Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Galeria Espírito Santo é inaugurada no Centro de Manaus

A inauguração do primeiro shopping popular marca o fim de um ciclo que demorou quase 30 anos para ser encerrado, e é considerada pelo poder público municipal a solução definitiva do fim da estadia dos camelôs nas ruas, que vem sendo retirados há 19 meses, com ampla participação dos trabalhadores, comerciantes e população

 A retirada dos camelôs começou em fevereiro de 2014. De lá, até agora, 832 deixaram as ruas

A retirada dos camelôs começou em fevereiro de 2014. De lá, até agora, 832 deixaram as ruas (Antônio Lima)

Foi inaugurado em Manaus na noite desta sexta-feira (1), a Galeria Espírito Santo, na esquina das ruas Joaquim Sarmento e 24 de Maio, Centro da cidade. O shopping de comércio popular conta com mais de três mil metros quadrados, 323 lojas e serviços como praças de alimentação e casa lotérica.

A festa de inauguração foi aberta ao público e teve apresentações do DJ Marquinho Leão, Orquestra de Beiradão do Amazonas (OBA), a cantora parintinense Márcia Novo, grupo Cordão de Marambaia e a banda Forró Gaiato.

“Além de ganhar um novo centro de compras, esses mais de 300 trabalhadores que hoje ganham a condição de microempreendedores vão poder prosperar e manter um negócio de família”, comentou o prefeito Arthur Neto durante a entrega do prédio.

A entrega das chaves das lojas ocorreu na última terça-feira (29) de julho, juntamente com a assinatura do Termo de Ocupação do Espaço Comercial; a transferência de comerciantes informais do camelódromo provisório onde aguardavam a construção do shopping definitivo e das ruas, ocorrida na última quarta-feira (30).

O microempreendedor Roosevelt Queiroz, 60, há 40 anos como camelô, sempre sonhou em ter sua própria loja. “Nós vivíamos na informalidade, agora somos formais. Na época que eu era camelô era marginalizado por muita gente, mesmo assim nunca tive vergonha do que fazia. Agora, com mais orgulho ainda digo a todos que sou microempreendedor”, refletiu Queiroz.

A galeria

A Galeria Espírito Santo  foi projetada por funcionários do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) ao custo de R$ 5.652.960,77. Em mais de 3 mil metros quadrados estão instaladas 308 lojas, 6 quiosques no térreo e 9 lanches no pavimento superior, compondo praça de alimentação e serviços como PAC Municipal, caixas eletrônicos e casa lotérica.

O prédio, de fachada histórica e tombada, de tijolinhos, foi projetado para ter acessibilidade total para portadores de necessidades especiais (PNE), inclusive com uma plataforma que dará acesso ao mezanino (ainda em instalação).

Focada em uma arquitetura neutra, que priorizou o aço e menos concreto, usado na laje do segundo pavimento, a Galeria Espírito Santo ganhará as cores dos comerciantes que vão ocupar boxes padronizados, também feitos em estrutura de aço, placa cimentícia e

Novas galerias

De acordo com a prefeitura, novos shoppings populares estarão sendo construídos, como a Galeria dos Remédios, localizada na Rua Miranda Leão, Centro, terá uma área construída de 5.170 metros quadrados e vai disponibilizar 361 espaços comerciais além de serviços públicos e o Shopping T4, que está sendo erguido na Av. Camapuã, bairro de Jorge Teixeira, Zona Leste. Terá 12.118,21 metros quadrados de área construída e vai disponibilizar 761 espaços comerciais, além de abrigar Cinemas, Supermercado, PAC, Pista de Caminhada, Quadras de Esporte, Agências Bancárias, Loteria Esportiva e Praça de Alimentação.