Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Policial é morto ao levar preso para fazer exames no IML

O policial Luiz Guilherme discutiu com o preso em viatura da Polícia Civil a caminho do IML. Jailson sacou a arma do policial e disparou dois tiros contra ele

Foto do suspeito está na parede do 14º DIP

Foto do suspeito está na parede do 14º DIP (Luiz Vasconcelos)

Um policial civil foi morto na madrugada deste domingo (16) após discutir com um preso que iria realizar o exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). Luiz Guilherme tinha 30 anos de profissão e morreu com dois tiros disparados com a própria arma.

Segundo informações da polícia, Luiz Guilherme de Paula Corrêa, 52, lotado do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) levava sozinho Jailson, no banco do carona da viatura e sem algemas, até o IML na madrugada deste domingo (16). Uma senhora, que não teve o nome revelado e que havia sofrido violência doméstica, também estava na viatura para fazer exames no IML.

Ela contou à polícia que Luiz Guilherme e o infrator começaram a discutir no caminho e, usando a arma do policial, Jailson disparou três tiros contra o policial, acertando dois. Após os disparos, Jailson fugiu com a viatura abandonando minutos depois nas proximidades do conjunto João Paulo II, Zona Norte de Manaus.

O Delegado Geral da Polícia Civil, Mário César Nunes, disse que o policial errou e não seguiu o procedimento padrão adotado pela polícia. Segundo Mário César, Luiz Guilherme não poderia ter ido sozinho na viatura com o infrator, tão pouco deixá-lo sem algemas e no banco do carona.

Para realizar a procura do infrator, aproximadamente 20 equipes de polícia estão realizando patrulhamento ostensivo em todas as zonas da cidade.

Jailson foi preso por policiais militares na noite do último sábado (15) no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, por porte ilegal de arma.