Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Bandidos armados levam R$ 100 mil de importadora no Centro de Manaus e fogem atirando

As câmeras de segurança do estabelecimento registraram o assalto realizado por três homens ainda não identificados

As câmeras de segurança do estabelecimento registraram o assalto realizado por três homens ainda não identificados

As câmeras de segurança do estabelecimento registraram o assalto realizado por três homens ainda não identificados (Reprodução / Câmera de segurança)

Três homens ainda não identificados pela polícia assaltaram R$ 100 mil de uma importadora na rua Doutor Moreira, no Centro de Manaus, Zona Sul no início da noite de segunda-feira (18). Os donos da loja, a Importadora Gilson, desconfiam que os bandidos sabiam da existência de grande quantia em dinheiro dentro do local.

As câmeras de segurança do estabelecimento registraram o assalto. Nas imagens é possível ver um dos bandidos chegando em uma moto e outros dois em outra moto. Apenas dois entram na loja portando arma de fogo enquanto outro espera do lado de fora. A dupla rende o proprietário e exige logo os R$ 100 mil guardados em uma bolsa. Em poucos segundos, eles saem e fogem.

Um dos bandidos foge a pé e outros dois vão de moto. Na fuga, os suspeitos montados na moto atiram em direção ao dono da loja, bem em meio à rua Doutor Moreira, fazendo pessoas que passavam pelo local se assustarem e correrem. Ninguém ficou ferido. O dono e um funcionário da Importadora Gilson ainda correram atrás dos bandidos, mas não tiveram sucesso.

‘Horário do jantar’

O proprietário da Importadora Gilson, que preferiu não revelar o nome, disse que ligou para Polícia Militar pedindo ajuda, mas teve a expectativa frustrada. Segundo ele, os PMs da 24ª Companhia Interativa Comunitária o informaram que não poderiam atender a ocorrência porque estavam em “horário de jantar”. “Eles (polícia) passaram 20 minutos para aparecer aqui”, contou.

A Polícia Militar ainda se pronunciará sobre o fato.