Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

CMM faz homenagem a Silvino Santos, referência no cinema

Para difundir sua obra e homenageá-lo, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) inaugura nesta quarta-feira, (12) a sala Silviano Santos, adaptada no auditório que fica ao lado do Memorial da CMM, localizada no térreo do órgão

Câmara Municipal de Manaus (CMM) inaugura sala Silviano Santos

Câmara Municipal de Manaus (CMM) inaugura sala Silviano Santos (Lucas Silva)


Silvino Santos é uma referência no cinema mundial. Seus registros sobre a Amazônia, indígenas, apogeu e declínio da borracha são considerados obras-primas. Apesar da fama, curiosamente em Manaus muitos jovens não conhecem o trabalho deste artista do Amazonas que se dedicou à sétima arte, entrando para a história com o documentário “No Paiz das Amazonas” (1921).

Para difundir sua obra e homenageá-lo, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) inaugura nesta quarta-feira, (12) a sala Silviano Santos, adaptada no auditório que fica ao lado do Memorial da CMM, localizada no térreo do órgão.

A sala de cinema tem uma tela retrátil e capacidade para 80 lugares, tendo uma placa com a história e obra de Silvino Santos. O presidente da CMM, Bosco Saraiva, afirma que teve a iniciativa de transformar o espaço numa sala de cinema para colocar estudantes da rede pública em contato com a produção cinematográfica sobre a região, feita por amazonenses ou não.

“A ideia é aproximar os estudantes desses materiais produzidos ao longo dos anos”, diz Dori Carvalho, coordenador do Memorial da CMM, local onde são exibidos documentários sobre a CMM, personalidades expoentes do órgão público e da cidade de Manaus, por meio de telas de led com possibilidades diversas de manipulação.

“Integrado ao Memorial teremos a sala Silvino Santos, onde serão exibidos filmes sobre o Silvino e de outros cineastas que têm trabalhos sobre Manaus e a Amazônia”, acrescentou.

Imagens notáveis

Os jovens irão ficar surpresos com as imagens coletadas pelo cineasta, apontou o coordenador do Memorial.

“Silvino é um pioneiro no cinema no Brasil. As imagens que esse homem captou no início do século são relíquias. A maneira como fazia isso, nas condições mais difíceis, por exemplo, revelando filmes no tronco de uma samaumeira. Há muitas coisas da extração da borracha e populações indígenas. São imagens impactantes. O cinema de qualidade enriquece o ser humano e estamos precisando disso”, defendeu Carvalho.

Já está prevista a visita de três escolas municipais para conhecer o Memorial e a sala de cinema Silvino Santos. O horário de visitação é das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, segundo o coordenador do Memorial.