Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Carro desgovernado atropela duas pessoas e mata uma em parada de ônibus na avenida Djalma Batista

A colisão ocorreu em frente ao shopping Manaus Plaza. O causador do acidente, Gerard Philippe do Carmo Ribeiro e Silva, 21, estava bêbado, com CNH vencida e reprovou no teste do bafômetro

As vítimas estavam na calçada em frente ao shopping Manaus Plaza, onde funciona uma parada de ônibus

As vítimas estavam na calçada em frente ao shopping Manaus Plaza, onde funciona uma parada de ônibus (Trânsito Manaus)

Um carro desgovernado atropelou duas pessoas e matou uma na noite desta segunda-feira (1º) na avenida Djalma Batista, na parada de ônibus em frente ao shopping Manaus Plaza, bairro Chapada, Zona Centro-Sul de Manaus. Um taxista foi atingido e morreu na hora. Outras duas pessoas, uma mulher e um mototaxista, foram atingidos e sobreviveram.

O motorista Gerard Philippe do Carmo Ribeiro e Silva, 21, conduzia em alta velocidade (190 Km/h) um veículo Ford Focus de cor branca e placas OAA-0995, no sentido Centro/bairro, durante uma suposta corrida de racha. Ele perdeu o controle da direção e invadiu a calçada em frente ao shopping, onde fica uma parada de ônibus. Com a velocidade, Gerard arrastou e empurrou as vítimas contra o muro ao lado, que foi derrubado.

Na calçada estavam o taxista José Ailton Rebouças, 64, o mototaxista Artur Sérgio Castro Mourão, 47, e Adria Batista Xavier, 25. José Ailton estava ao lado do veículo dele, um Meriva de placas NOM-0093, esperando um passageiro para fazer uma corrida, que seria Adria. José foi atingido e morreu na hora. Já Artur perdeu a perna esquerda durante a colisão, e também estaria a trabalho no local, que é ponto de mototáxi.

O corpo de José foi levado pelo Instituto Médico Legal (IML), e os dois sobreviventes foram levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital e Pronto Socorro (HPS) 28 de Agosto. Artur chegou ao hospital com a perna esquerda amputada e está em situação estável no pós-operatório. Adria foi transferida para o HPS João Lúcio e teve fraturas, mas tem quadro estável.

Homicídio doloso

Segundo o aspirante Jucemar da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o motorista do Focus, Gerard Phelippe, não fugiu do local após atropelar as pessoas. Ele apresentava sinais de embriaguez, mas prestou socorro às vítimas. Ele foi levado para dentro da viatura policial para que a integridade física dele fosse garantida, já que corria o risco de ser agredido por testemunhas do acidente.

Quando os policiais da 22ª Cicom chegaram ao local, as três vítimas estavam lesionadas no chão da calçada, sendo que José Ailton já estava morto. O motorista Gerard foi conduzido ao parqueamento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), onde foi feito teste de alcoolemia e registrado 0,16 miligramas por litro de álcool no sangue, acima do permitido.

Gerard estava com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida por infração de direção perigosa registrada ano passado. Dentro do carro dele, a polícia encontrou maconha, de quantidade não informada. Levado ao 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), ele foi autuado em flagrante por homicídio doloso, quando há intenção de matar, e lesão corporal gravíssima.

Ele disse em depoimento que estava a 190 Km/h e que tentou desviar de outro carro quando perdeu o controle do veículo. A velocidade exata será confirmada por perícia técnica. O delegado George Gomes, titular do 12º DIP, não confirmou a corrida de racha, e solicitará imagens de câmeras particulares durante o inquérito. Gerard será levado à cadeia pública de Manaus após procedimentos na delegacia.