Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Chuva forte causa cinco acidentes e volume de chuva para abril está abaixo do normal, segundo o INMET

Entre as colisões, uma Kombi capotou após colidir com coletivo na Avenida das Torres. Segundo o INMET, volume de água para abril está abaixo do normal, que é entre 254 e 346 milímetros

Na Avenida das Torres, Kombi capotou após colidir com ônibus

Na Avenida das Torres, Kombi capotou após colidir com ônibus (Divulgação/Trânsito Manaus)

Com a forte chuva que atingiu Manaus na tarde desta segunda-feira (14), cinco acidentes de trânsito sem vítimas fatais foram registrados pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). Ainda durante a chuva, nenhum desabamento ocorreu, porém quatro ruas ficaram completamente alagadas. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 13 milímetros de precipitação até o final da tarde.

Conforme o Manaustrans, nenhuma ocorrência apresentou mortes. Na ocasião, duas colisões ocorreram na avenida Constantino Nery, e uma nas avenidas Darcy Vargas, Coronel Teixeira e das Torres. Neste último, uma Kombi bateu em um ônibus e capotou na via. O motorista recebeu atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e passa bem.

Dois semáforos na avenida Constantino Nery esquina com a João Valério entraram em pane durante a tarde, sendo necessário o deslocamento de agentes para o local, que registrou tráfego intenso, a fim de orientar os condutores.

A Defesa Civil no Amazonas não recebeu denúncias de desabamentos, porém registrou quatro pontos de alagamento na cidade: na travessa E, da comunidade Lago Azul; na rua da Paz, Santa Etelvina; na travessa Genipapo, bairro Monte das Oliveiras (todos na Zona Norte de Manaus); e na avenida Mário Ypiranga, trecho em frente ao Detran. Em todos os casos, a culpa foram dos bueiros entupiram devido ao grande volume de água.   

De acordo com o Inmet, a estação meteorológica de Manaus apontou 13 milímetros de chuva entre 10h e 16h. O acumulado para o mês de abril está em torno de 98 milímetros, abaixo do normal informado pelo órgão, que é entre 254 e 346 milímetros. A rajada de vento mais forte registrada durante a chuva foi de 40,3 km/h entre as 14h e 15h. 

Inundação

Mais de 30 casas localizadas na comunidade União da Vitória, na Zona Norte de Manaus, ficaram inundadas, após a chuva que atingiu a cidade nesta tarde. A área mais prejudicada foi o entorno da rua 7 Riacho Fundo que é cortada por um igarapé que transbordou. Os moradores do local perderam a maior parte dos pertences, desde cama, geladeiras a eletrodomésticos.

A dona de casa Josinete Oliveira da Silva, 24, morra em com os três filhos em uma das casas que ficaram com água até a altura da janela. “Tive que matar três cobras dentro de casa depois da chuva. Perdi tudo que eu tinha e não sei o que vou fazer com meu três filhos”, disse.

A reportagem tentou contato com a Defesa Civil por meio de assessoria para falar sobre o caso, porém até a publicação da matéria não tinha obtido sucesso.