Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Motorista que matou dois em acidente na Ponta Negra possuía mais de 120 pontos na CNH

Renato Fabiano dos Santos Benigno, 37, foi indiciado por homicídio doloso - quando há intenção de matar -, embriaguez ao volante e lesão corporal, além de responder a processos no Detran-AM. Duas pessoas morreram na hora e três ficaram feridos

Documento do Detran-AM exibe as infrações registradas na CNH do condutor da S-10, que somam 129 pontos no total

Documento do Detran-AM exibe as infrações registradas na CNH do condutor da S-10, que somam 129 pontos no total (Tarcísio Heden/TV A Crítica)

O motorista Renato Fabiano dos Santos Benigno, 37, condutor do veículo Chevrolet S-10 de placas OAK-2643, que vitimou pelo menos duas pessoas em grave acidente no início da manhã desta segunda-feira (12), em Manaus, possuía 129 pontos na carteira nacional de habilitação (CNH), sendo 12 infrações só nos últimos 12 meses. Ele foi indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

O acidente aconteceu às 4h49 na avenida Coronel Teixeira, a “estrada da Ponta Negra”, na Zona Oeste da capital. Renato estaria a 140 quilômetros por hora – pelas características da frenagem na pista, segundo técnicos – quando atingiu a picape Fiat Strada de placas JXP-6657, que estava em pane mecânica na via e sendo empurrada por cinco pessoas. Todos os cinco foram atingidos e dois, que estavam na parte traseira do veículo, morreram na hora.


Renato Benigno, de 37 anos, tinha 129 ponto na CNH (Winnetou Almeida)

Com última emissão datada de setembro de 2003, a CNH de Renato Fabiano tinha três infrações gravíssimas recentes, cada uma referente a sete pontos na carteira – duas delas a respeito de condução de veículo com velocidade 20% acima do permitido e a terceira gravíssima com condução em velocidade 50% acima do permitido, além de outras duas por direção perigosa.

Após a colisão, Renato fez teste de bafômetro, que emitiu 0,69 de alcoolemia no corpo dele. O índice é superior a 0,34, suficiente para o condutor ser indiciado em flagrante. Renato foi indiciado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) pelos crimes de homicídio doloso, embriaguez ao volante e lesão corporal.


Após receberem alta, Rodrigo (de vermelho) e Johne (sem camisa) prestaram depoimento na delegacia (Winnetou Almeida)

O condutor da S-10 também fez exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) e deverá seguir para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa após prestar depoimento. Entretanto, a prisão em flagrante de Renato não foi confirmada pelo delegado Maurício Ramos, plantonista do 19º DIP. Pelo crime cometido, ele não terá direito a fiança.

Detran-AM

“A lei de trânsito precisa ser mudada. Uma pessoa dessa era para ter a carteira cassada”, disse o presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Leonel Feitoza. Segundo ele, Renato Benigno já respondia a dois processos no Detran-AM por excesso de velocidade e, agora, será enquadrado administrativamente também por direção criminosa.

A CNH de Renato tem data de vencimento para o ano de 2018, sendo que a data da última emissão é setembro de 2003. Como já tinha 129 pontos na carteira, Renato possivelmente perdia a CNH e a recuperava logo em seguida no Detran. Em todos os processos a que responde, ele é defendido pela sua advogada e irmã, Maria Benigno.