Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Criança é baleada acidentalmente em tentativa de homicídio na Zona Centro-Oeste

A vítima tem 11 anos e foi atingida com um tiro na perna e está internada no Hospital Pronto-Socorro João Lúcio, o alvo dos disparos e o atirador ainda não foram identificados

Fachada ho Hospital João Lúcio

Fachada ho Hospital João Lúcio (Winnetou Almeida/Arquivo AC)

Uma criança de 11 anos foi baleada na perna, durante uma tentativa de homicídio frustrada na rua 27 de outubro, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste, na tarde desta sexta-feira (6).

Segundo informações dos policiais militares da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que receberam a ocorrência, a criança estava andando em via pública, quando o suspeito ainda não identificado efetuou vários disparos.

De acordo com os moradores o alvo não era a criança. No entanto, a polícia ainda não conseguiu identificar o verdadeiro alvo.

Para a Polícia, o atentado teria sido motivado pelo controle do tráfico de drogas, pois a rua 27 de outubro é considerada perigosa.

A munição encontrada no local, segundo informações dos policiais, seria de uma PT 40 de uso restrito da Polícia. O suspeito fugiu sentido Torquato Tapajós, em um carro modelo corsa, cor verde, de placas não identificadas.

A criança recebeu os primeiros socorros no Serviço de Pronto Atendimento do bairro Redenção, Zona Centro-oeste, e logo em seguida foi encaminhada ao Hospital Pronto-Socorro João Lúcio, Zona Leste.

Casos recentes de vítimas no mesmo bairro

No mês passado, Ketelen Iara Pereira da Silva, 7, foi baleada e morreu dentro de um salão de beleza no mesmo bairro da Paz, o alvo seria o tio da criança, o vigilante, Silvério Oliveira Frota Carneiro Júnior, 23, que foi baleado, ficou hospitalizado, não resistiu e morreu.

No caso ocorrido no salão de beleza uma mulher identificada como Nadir Albuquerque Melo, 48, que não tinha nenhuma ligação com o alvo, também foi baleada.