Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Em Manaus, casa desaba após chuva; Defesa Civil registrou outras 30 ocorrências

Dentre as ocorrências, estão alagamentos e desabamentos parciais de casas. Outros imóveis que ameaçam desabar deverão ser demolidos pela Defesa Civil

Casa de Iana Braga localizada na rua Collor de Melo, bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus desabou com a chuva

Casa de Iana Braga localizada na rua Collor de Melo, bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus desabou com a chuva (Samira Benoliel)

Na fim da manhã desta quarta-feira (12), parte da casa de Iana Braga e Jackson Fonseca, localizada na rua Collor de Melo, bairro Mauazinho, na Zona Leste de Manaus, desabou após a longa chuva que assolou a capital. No momento do incidente, a família estava dentro da casa mas conseguiu sair a tempo e ninguém ficou ferido. Pela tarde, a equipe da Defesa Civil do município foi ao local e constatou que o imóvel terá que ser demolido.

“A gente estava em casa, sentimos o chão tremer e ouvimos um barulho estranho. foi quando corremos para fora e graças a Deus ninguém se machucou. Agora não sei o que fazer, não vou poder morar para sempre de favor na casa dos parentes”, desabafou Iana, contando que quatro pessoas estavam na residência no momento do incidente.

Uma equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) realizou um cadastro (de avaliação socioeconômica) para auxiliar a família com o aluguel social - o benefício é destinado a famílias que não podem retornar para suas casas e que não têm para onde ir.

A família de Iana teve a parte dos fundos da casa destruída com o deslizamento do barranco, no entanto a Defesa Civil informou que o desabamento parcial da casa comprometeu toda a estrutura e que o imóvel não tem condições de se sustentar.

A família vai para a casa de outros familiares até receber o benefício da Prefeitura, quando só então poderão buscar um imóvel para alugar. 

Defesa Civil registrou 31 ocorrências

Foram 31 ocorrências registradas pela Defesa Civil de Manaus, por meio do número de emergência 199, após chuva que começou ainda na noite desta terça-feira (11). Os pluviômetros do órgão registraram chuvas em todas as Zonas da cidade, com o volume de 56,8 milímetros na Zona Leste, 40,8 milímetros na Zona Centro-Sul, 53,3 milímetros na Zona Norte, 30,8 milímetros na Zona Sul e 57,6 milímetros na Zona Oeste.

Dentre as ocorrências, estão seis alagamentos nos bairros de Flores, Jorge Teixeira, Santa Etelvina e também no conjunto Alfredo Nascimento. A Defesa Civil também contabilizou outros dois desabamentos parciais de casa nos bairros São Francisco e na comunidade Chico Mendes.

As chuvas deixaram, ainda, mais seis casas em risco de desabamento nos bairros da Compensa, Grande Vitória, Japiim e Comunidade da Sharp (no Armando Mendes). A Defesa Civil também foi acionada para analisar uma rachadura na parede de uma residência no bairro São José, Zona Leste.

O órgão registrou, também, quatro desabamentos de muros na Compensa, Monte das Oliveiras e no Loteamento Rio Piorini, além de nove deslizamentos de barrancos nos bairros Monte das Oliveiras, São José, Comunidade Monte Cristo, Jorge Teixeira e Grande Vitória. Há ainda dois riscos de deslizamentos de barrancos na Cidade Nova e um risco de tombamento de árvore no bairro da Redenção.

Todas as equipes da Defesa Civil de Manaus estão nas ruas atendendo as ocorrências e trabalhando paralelamente em uma  operação integrada com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) na Comunidade da Sharp.

*Com informações da assessoria de imprensa da Defesa Civil