Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Delegado é detido pela PM após discussão de trânsito

Segundo informações preliminares, situação envolveu um delegado da Polícia Civil e sobrinho de agente da Polícia Federal. Homem foi autuado em flagrante por embriaguez 

Na ocasião, delegado da Polícia Civil conduzia um veículo modelo Gol

Na ocasião, delegado da Polícia Civil conduzia um veículo modelo Gol (Luiz Vasconcelos)

Por volta das 5h desta quinta-feira (13), uma discussão de trânsito ocasionou na ida de um delegado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para prestar esclarecimentos. Segundo informações preliminares, o caso ocorreu na avenida São Jorge, bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus, em frente a uma casa de show.

De acordo com policiais do 19º DIP, o delegado em questão é Gustavo Sotero, lotado no município de São Gabriel da Cahcoeira. Na ocasião, ao sair da casa de show, Sotero teria colidido o seu veículo de modelo Gol, cor vermelha, no carro do representante comercial Eduardo Cintrão, sobrinho de um agente da Polícia Federal.

Em depoimento, Cintrão afirmou que o delegado estava com visíveis sinais de embriaguez, e ao tentar negociar o prejuízo do acidente, Sotero teria se alterado. Em seguida, Cintrão acionou uma viatura da Polícia Militar para tentar contê-lo. De acordo com o delegado do 19º Distrito, Maurício Ramos, foi necessário algemar Sotero, pois segundo ele, o mesmo tentou intimidá-los mostrando um revólver.  

Com a chegada da polícia, o delegado se recusou a fazer o exame do bafômetro e foi autuado em flagrante por embriaguez ao volante. O indivíduo deve pagar uma fiança estipulada de 1 a 100 salários mínimos.  

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Civil do Amazonas esclarece que o acidente de trânsito já está sendo apurado pelo Delegado Titular do 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), George Gomes, que foi designado para assumir o caso.

"O Delegado George Gomes foi escolhido a partir da portaria nº 0252/2014 – GDG/PC por não possuir vínculo de amizade ou inimizade com o servidor envolvido no acidente. De acordo com a autoridade policial, todos os procedimentos que cabem à Polícia Civil estão sendo adotados. Policiais militares que presenciaram o ocorrido e outras testemunhas também serão ouvidas", informa o comunicado.

A Corporação afirma, ainda, que durante a manhã o delegado envolvido no acidente foi submetido a teste visual no Instituto Médico Legal (IML), assinado pelo perito legista Ellysson Oliveira Abinader, que afirmou não apresentar sinais de embriaguez, ressaltando que Gustavo Sotero se recusou a fornecer o material de sangue.

"Ainda no local do ocorrido, o delegado recusou-se a fazer o teste de alcoolemia perante o funcionário competente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran – AM) quando solicitado pelo delegado designado para apurar o fato. Em razão do laudo do IML não apontar embriaguez o flagrante não pode ser realizado, restando ao Delegado George Gomes instaurar o inquérito policial para apurar todas as circunstâncias do ocorrido. O caso está sendo acompanhado pela Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública do Estado do Amazonas", finaliza a nota.

*Com informações da repórter Joana Queiroz, do Jornal A Crítica