Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Detento é linchado dentro da cela no Centro de detenção provisória

Menos de cinco dias depois de ser preso, Cleuton Sales foi espancado até a morte, com uma pernamanca, por colegas de cela

Policial Militar reformado e o filho dele são presos com drogas

Cleuton Gomes Sales, 31, (a esquerda) preso na última quarta-feira (5) foi linchado dentro do CDP (Divulgação)

O presidiário Cleuton Gomes Sales, 31, não completou cinco dias preso e foi assassinado na tarde desta segunda-feira (10) com um pedaço de pernamanca dentro da cela 302, que fica no pavilhão 3 do Centro de Detenção Provisória de Manaus (CDP), localizado no quilômetro 8 da Rodovia BR-174.

Os companheiros de cela de Cleuton, Antônio Carlos Pereira de Souza, 24 e Felipe Rodrigues Simões, 19, confessaram ter cometido o crime após uma discussão com a vítima.

O diretor do CDP, Carlos Eduardo Teixeira Fonseca, informou que a cela em que Cleuton estava abriga oito detentos, mas no momento do crime estavam somente os três e que o espancamento aconteceu por volta das 14h.

“Eles estavam sozinhos na cela e parece que houve um desentendimento, discutiram e houve a agressão por parte desses dois companheiros de cela dele. Em nenhum momento eles negaram a autoria do crime”, informou.

O delegado do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Benelli, que esteve no local, confirmou que Cleuton foi espancado e atingido com um pedaço de pernamanca.

“Eles utilizaram um pedaço de pernamanca para agredir a vítima. Os acusados alegaram que tinham sido ameaçados pela vítima e apenas se defenderam. Eles alegam também que foi a vítima que apareceu com o pedaço de madeira”, disse.

Benelli informou que Souza e Simões seriam encaminhados para o 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para serem autuados em flagrante por homicídio doloso qualificado, previsto no artigo Art. 121, § 2, inc. IV do Código Penal e em seguida iriam retornar ao CDP.

Investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) também estiveram no CDP na tarde de ontem. O corpo de Cleuton foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), na Cidade Nova, Zona Norte.

Prisão

Cleuton foi preso no último dia 6 por policiais da Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), juntamente com o pai dele, o policial militar Cleto de Assis Silva Sales, 50, acusados de tráfico de drogas. Os dois foram presos em casa, no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte.

O Centro de Detenção Provisória de Manaus foi inaugurado no dia 15 de abril de 2011. Construído na BR-174, o novo presídio abriga os detentos à espera de julgamento. Com capacidade para 658 detentos, abriga hoje 1.098 presos provisórios.