Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Detran e PM realizam fiscalização contra fraude de documentos a partir desta sexta (25)

Ação deve ocorrer até o domingo (27), segundo a PM. Além da documentação, agentes irão solicitar de motoristas exames de bafômetro para casos de embriaguez e vistoriar itens de veículos nas principais vias da cidade

Detran-AM monta "Operação Lei Seca" na avenida Santos Dumont (estrada do aeroporto)

Operação prevê fiscalização em vias com alto índice de acidentes de trânsito (Divulgação/Patrulha da Cidade)

Em parceria com a Polícia Militar (PM) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) inicia nesta sexta-feira (25) uma operação que tem entre os objetivos o combate ao uso de documentos irregulares por parte de motoristas. A iniciativa, segundo a PM, faz referência à prisão de 13 pessoas envolvidas em um sistema de corrupção dentro do Departamento na última segunda-feira (21).

A ação deve montar blitze nas principais avenidas da capital até domingo (27) e terá, além da participação de agentes do Detran, cerca de 60 policiais militares de trânsito e 600 PMs do programa de segurança Ronda no Bairro. Segundo o comandante da PM do Amazonas, coronel Almir David, a operação dará atenção especial ao porte de documentos necessários para conduzir um veículo.

“A ação foi intitulada, informalmente, ‘Tolerância Zero’, por conta da prisão de 13 examinadores que fraudavam habilitações no Detran. Iremos realmente priorizar a inspeção dessa documentação, porém medidas repressivas contra motoristas embriagados ou veículos com acessórios proibidos, como insulfilm fora dos padrões, também serão executadas. A medida faz parte da 'Operação Lei Seca'”, afirmou o comandante.

Entre as vias que receberão fiscalização dos agentes durante estes três dias estão as avenidas Coronel Teixeira, Grande Circular, das Torres, do Futuro, Djalma Batista e Constantino Nery. De acordo com o PM, foram disponibilizados cerca de 40 aparelhos de bafômetro para denunciar a concentração de bebida alcoólica nos motoristas.

“As vias em questão são as que mais registram acidentes e por isso as ações serão intensificadas. Nosso objetivo não é aumentar o número de notificações ou multas, mas sim coibir possíveis tragédias”, completou Almir David.

O comandante também informou que locais onde é constante a concentração de veículos, como postos de gasolina, devem receber as mesmas atividades de prevenção impostas pela polícia e o Detran.

Fraudes

Na última segunda-feira (21), 13 examinadores do Detran foram presos suspeitos de falsificação de documentos e corrupção, os quais são acusados de aprovarem candidatos inaptos à condução de veículos. Com o crime, os profissionais ganhavam, por dia, quantias que variavam de R$ 800 a R$ 1 mil.

Segundo a PM, para conter a prática, documentos necessários ao motorista como o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) serão atentamente analisados.

“O Detran e a PM estão trabalhando em conjunto contra esse tipo de crime. Se for observado que o motorista está praticando algum tipo de fraude ou extravio, ele será encaminhado à delegacia mais próxima”. Segundo David, se for confirmado o delito, o condutor pode responder pelos crimes de fraude de documentação e estelionato. 

Até a publicação desta matéria, o diretor do Detran-AM, Leonel Feitoza, não foi localizado pela reportagem para comentar sobre o novo formato de fiscalização.