Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Dupla é presa ao tentar fazer empréstimo de R$16 mil com documentos falsos

A vítima, um técnico em Eletrônica de 55 anos, foi acionada por uma instituição financeira após os funcionários desconfiarem de um homem que portava os documentos dele

Dupla é presa ao tentar fazer empréstimo de  R$16 mil com documentos falsos

Dupla é presa ao tentar fazer empréstimo de R$16 mil com documentos falsos (Divulgação / Polícia Civil)

Marcos Freitas dos Santos, 42, e Raimundo Enias Loureiro da Rocha, 34, foram presos pela equipe de investigação do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na manhã desta sexta-feira (14) pelo crime de estelionato, no Centro de Manaus.

A vítima, um técnico em eletrônica de 55 anos, foi acionada por uma instituição financeira após os funcionários desconfiarem de um homem que portava os documentos dele e apresentava atitude suspeita ao tentar um empréstimo no valor de R$ 16 mil. A vítima foi até o 1º DIP registrar Boletim de Ocorrência sobre o caso. Por conta disso, as investigações foram iniciadas.

Os investigadores descobriram que Marcos voltaria ao local para assinar um documento e montaram campana para aguardar o momento oportuno para prender o suspeito.

Após Marcos sair da empresa, os investigadores o seguiram e logo depois o abordaram. Foi quando descobriram que ele estava indo ao encontro do seu comparsa na rua Luiz Antony, no Centro da cidade.

Ao chegarem na casa de Raimundo, situada na mesma rua em que ele foi abordado, foi encontrada uma mala contendo documentos falsos, fotos  e cédulas de identidade originais em branco.

Na delegacia, o Diretor do Instituto de Identificação (I.I.) da Polícia Civil, Eduardo Neiva, constatou a veracidade dos documentos.

A dupla foi autuada em flagrante por estelionato, falsificação de documento público, falsidade ideológica e receptação de documentos públicos. Ao término dos procedimentos policiais cabíveis, eles foram encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

As investigações em torno do caso continuam para averiguar como os documentos foram obtidos pela dupla e se existem mais pessoas envolvidas no esquema criminoso.

*Com informações da assessoria de comunicação