Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Escuridão a caminho da ponte sobre o Rio Negro

Trecho da estrada que liga o Município de Iranduba à ponte Rio Negro está com lâmpadas de, pelo menos, 15 postes queimadas


Sequência de postes com lâmpadas queimadas, na estrada de acesso à ponte, coloca em risco pedestres, ciclistas e motoristas que circulam pelo trecho mal iluminado

Sequência de postes com lâmpadas queimadas, na estrada de acesso à ponte, coloca em risco pedestres, ciclistas e motoristas que circulam pelo trecho mal iluminado (Clovis Miranda)

O entorno de um dos mais recentes pontos turísticos de Manaus, que custou R$ 1,099 bilhão aos cofres públicos e serve como ponto de encontro dos amantes do ciclismo e da caminhada, a Ponte Rio Negro, está com a iluminação prejudicada.

Segundo a psicóloga Janice Souza, 41, o horário preferido das pessoas que gostam de caminhar é à noite, porém depois que as lâmpadas de pelo menos 15 postes localizados na estrada de acesso à ponte, do lado de Iranduba, queimaram, o perigo de acidentes e assaltos tem afastado muitos frequentadores.

De acordo com o secretário da Região Metropolitana de Manaus, René Levy, a responsabilidade da manutenção da iluminação da ponte é dividida entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Iranduba, que não tem realizado regularmente a manutenção da pista de acesso de Iranduba à Ponte, onde está situado o trecho com problemas. O secretário explicou que, o trecho da avenida Brasil, Zona Oeste, até a ponte, é responsabilidade da secretaria metropolitana, mas o trecho que tem apresentado mais problemas de iluminação é mantido  pela Prefeitura de Iranduba.

Sem dinheiro

Segundo o prefeito de Iranduba, Xinaik Silva de Medeiros, o custo de manutenção da ponte Rio Negro é de R$ 30 mil por mês e a prefeitura não tem condições de manter essa despesa. “A arrecadação da prefeitura não aumentou e as despesas só aumentam. Não temos condições de manter essa manutenção”, declarou o prefeito.

Para tentar resolver o resolver o problema que tem gerado diversos transtornos para os frequentadores da ponte, o prefeito Xinaik informou que um convênio está sendo negociado com a Secretaria da Região Metropolitana para que o trecho de responsabilidade de Iranduba passe a ser, também, do Estado.

De acordo com o prefeito, por enquanto não há previsão para que as lâmpadas que estão queimadas sejam trocadas. “Estamos negociando com a secretaria metropolitana, mas por enquanto não temos resposta”, declarou o prefeito.

De acordo com René Levy o problema de iluminação piorou, pois há três semanas vândalos depredaram uma parte da ponte, o que deixou o local pior. Porém, o problema está sendo resolvido aos poucos e, até o dia 4 de março a ponte, Rio Negro estará com iluminação especial, em verde e amarelo, para a contagem regressiva de 100 dias para a Copa do Mundo.