Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Esquema especial de transporte é preparado para levar torcedores à Arena da Amazônia

Ônibus é a melhor pedida para chegar à Arena, onde o torcedor deve ficar atento aos portões de entrada e ao que comer e beber

Entorno da Arena sofre diversas alterações para facilitar acesso de torcedores

Entorno da Arena sofre diversas alterações para facilitar acesso de torcedores (Erica Melo)

Quem for assistir ao jogo entre Inglaterra e Itália, hoje, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, deve optar pelo transporte coletivo. O torcedor que insistir em ir de carro e estacionar em vias públicas de bairros, como Parque 10 de Novembro e Alvorada, correrá o risco de ter o veículo guinchado, além de receber multa, conforme anunciado pelo do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

Se ainda assim o torcedor preferir se deslocar com veículo próprio, terá como opção apenas estacionamentos particulares e que cobram de R$ 50 a R$ 100, sem garantias de coberturas por possíveis danos, e que só poderão ser acessados (se estiverem dentro do perímetro da Fifa) seis horas antes do início do jogo e seis horas depois.

A exceção é para torcedores portadores de deficiência, idosos ou obesos que poderão utilizar 750 vagas de estacionamento do edifício-garagem da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a partir do meio dia.

Linhas de ônibus especiais sairão de oito pontos da cidade direto para o estádio, mas só poderão ser acessadas mediante apresentação do ingresso do jogo. A frota de 77 ônibus começará a operar ao meio dia. Duas linhas partirão do Centro, sendo uma da lado da praça da Saudade e outra da avenida Eduardo Ribeiro, ao lado da praça da Matriz. Uma linha sairá do calçadão do complexo turístico da Ponta Negra, outra do Centro Cultural Povos da Amazônia e uma da Secretaria do Estado da Fazenda (Sefaz), no Aleixo. Outras três partirão dos terminais de Integração da Cidade Nova (T3), Jorge Teixeira (T4) e São José (T5).

Interdição

A partir das 6h serão interditados trechos das avenidas Lóris Cordovil e Pedro Teixeira, além de toda a Alameda do Samba Belmiro Vianez. A partir de meio dia, a avenida Constantino Nery será interditada, no trecho entre o viaduto de Flores e a avenida Darcy Vargas. Às 14h a avenida Djalma Batista terá fluxo exclusivo para coletivos.

Orientação

Chegando ao estádio, o torcedor terá acesso a quatro portões, mas deve estar atendo ao ingresso que mostra o setor para onde deve seguir. Quem tiver ingresso da categoria azul deve seguir para os dois portões no setor Leste, com acesso pela Constantino Nery. Os de categoria amarela pelo setor Norte, pela avenida Lóris Cordovil. O setor Sul, pela avenida Pedro Teixeira será exclusivo para a categoria verde. O vermelho, pelo lado do sambódromo, é destinado a convidados e jornalistas.

Dentro do estádio o torcedor que quiser comer e beber terá que pagar R$ 6 pela água mineral de 500ml, R$ 8 pelo refrigerante. As cervejas de 350 ml e 473ml custarão R$ 6 e R$ 13, respectivamente. A peculiaridade na Arena da Amazônia é o tambaqui com batatas fritas pelo preço de R$ 13, além do cheeseburger a R$ 10, o double-cheeseburger a R$ 13 e o cachorro quente a R$ 10. Também haverá chocolate e amendoim a R$ 8.