Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Finalizando agenda em Manaus, Dilma Rousseff inaugura o barco-escola 'Samaúma 2'

Juntamente com o Samaúma 1, iniciativa de barco-escola deve atender 10 municípios do Estado e capacitar cinco mil alunos por ano. Dilma também falou sobre habitação, mobilidade urbana, Arena da Amazônia e ZFM

Presidente destacou importância da embarcação para comunidades ribeirinhas do Amazonas

Presidente destacou importância da embarcação para comunidades ribeirinhas do Amazonas (Clóvis Miranda)

Encerrando o cronograma de atividades em Manaus nesta sexta-feira (14), a presidente da República Dilma Rousseff foi até o Comando do 9º Distrito Naval da Marinha, na Estação Naval do Rio Negro - localizada no quilômetro 4,5 da BR-316, no Distrito Industrial - para inaugurar o Barco-Escola Samaúma 2, iniciativa do Governo Federal para incentivar o ensino e capacitação profissional para moradores de comunidades ribeirinhas do Amazonas.

Dilma chegou à base naval por volta das 15h20, acompanhada de autoridades como o senador Eduardo Braga, o prefeito Artur Neto, o governador Omar Aziz, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam, Antônio Silva, do presidente Confederação Nacional da Indústria (CNI) Robson Andrade e empresários. Em coletiva, a Presidente elogiou a finalidade do projeto que, acompanhado do Samaúma 1, visitará dez municípios do Estado. 

“O Samaúma 2 vai buscar as pessoas que moram em comunidades ribeirinhas onde elas estiverem. Ou seja, é o futuro da educação no País, pois vai ajudar no desenvolvimento desses alunos em diversas áreas técnicas”, explicou Rousseff. A presidente também anunciou a liberação de recursos para a construção da embarcação Samaúma 3, que deve acontecer em breve

O Samaúma 2 pretende atender a população oferecendo 18 cursos profissionalizantes, entre eles informática básica e avançada, panificação, confeitaria, mecânica, instalação hidráulica e elétrica, alvenaria, construção, costuraria e serralheria. A CNI e a Fieam investiram cerca de R$ 14 milhões na construção da unidade fluvial de 460 toneladas, com capacidade de navegar com até 14 nós de velocidade.

Residencial 'Viver Melhor'

A presidente Dilma Rousseff participou, ainda na manhã desta sexta (14), da cerimônia de entrega de 5.384 mil novas moradias do programa “Minha Casa, Minha Vida”, na segunda etapa do Residencial Viver Melhor, localizado no Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

Em seu discurso, Dilma anunciou parcerias com o Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus para melhorar a mobilidade urbana da capital amazonense. Segundo Dilma, o Governo Federal irá investir 419,6 milhões de reais para a criação de novos corredores de ônibus em Manaus. O projeto contempla todas as zonas da cidade e irá abranger as principais avenidas.

Após um almoço a portas fechadas com autoridades locais, Dilma visitou a Arena da Amazônia Vivaldo Lima, que não pôde ser inaugurada ainda por questões de atrasos nas obras e adiamentos de datas pelo Governador do Estado. A Presidente conheceu as principais dependências do estádio multiuso e, no gramado, chutou uma bola para depois jogá-la aos milhares de operários que acompanhavam sua visita.

"(A Arena) É muito bonita, como não poderia deixar de ser", afirmou rapidamente.

Rousseff também comentou sobre a Zona Franca de Manaus durante sua passagem pela cidade, revelando que a aprovação no Congresso da prorrogação do sistema de tributação até 2073 é prioridade do Governo Federal para este ano. Ela acrescentou que defenderá o regime tributário diferenciado na Organização Mundial do Comércio (OMC)

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS AQUI