Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Governo do Estado paga abono salarial para servidores públicos estaduais da educação

Abono será pago neste mês de janeiro e beneficiará mais de 27 mil servidores públicos estaduais da educação, envolvendo professores lotados em sala de aula e demais funcionários com funções pedagógicas

O benefício de R$ 1.739,60 contemplará professores lotados em sala de aula e demais servidores com funções pedagógicas

O benefício de R$ 1.739,60 contemplará professores lotados em sala de aula e demais servidores com funções pedagógicas (Divulgação/Seduc)

O Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) pagará neste mês de janeiro, abono salarial a mais de 27 mil servidores públicos estaduais da educação.

O benefício, segundo a Seduc, contemplará professores lotados em sala de aula e demais servidores com funções pedagógicas e foi estipulado no valor R$ 1.739,60 por matrícula de servidor e será pago até o dia 21 de janeiro.

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, o abono foi autorizado e determinado pelo governador Omar Aziz e constará nos contra-cheques dos servidores no mês corrente.

“Por determinação do governador Omar Aziz efetivaremos o pagamento do abono que complementará os 60% do montante arrecadado por meio de impostos que resultam no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)”, ressaltou o secretário.

Segundo Rossieli Soares o abono é destinado, por meio de fundamentação legal, aos profissionais que atuam na rede pública estadual de educação exercendo funções especificamente pedagógicas na capital e no interior do Amazonas.

Conforme o Departamento de Gestão de Pessoas da Seduc (DGP), o benefício salarial contemplará, dentre outros profissionais: professores lotados em sala de aula (incluindo os contratados via processo seletivo simplificado mesmo os que os contratos encerraram em dezembro de 2013), pedagogos, professores do Centro de Mídias de Educação, servidores distritais e que atuam na sede da Seduc (com funções pedagógicas) e gestores escolares.

*Com informações da assessoria de imprensa