Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Governo anuncia concurso público de 6 mil vagas para Seduc

Edital será publicado em 30 dias e contratações estão previstas para início do ano letivo de 2015. Provas devem ocorrer no segundo semestre deste ano, segundo José Melo

Governador do Amazonas, José Melo, anunciou concurso público com oferta de 6 mil vagas para a Seduc

Governador do Amazonas, José Melo, anunciou concurso público com oferta de 6 mil vagas para a Seduc (Divulgação/Agecom)

O governador do Amazonas, José Melo, anunciou na manhã desta quarta-feira (7) a criação de um novo concurso público para a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) com a oferta de 6 mil vagas. O edital do concurso deve ser publicado em 30 dias e segundo Melo, prevê a realização das provas para o segundo semestre desse ano e contratação no início do ano letivo de 2015. Áreas como nutrição, psicologia e administração também serão contempladas no certame. 

O anúncio foi feito na manhã durante entrevista coletiva na sede do Governo do Amazonas, Zona Oeste de Manaus. A instituição responsável pela execução das provas será a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e os candidatos aprovados poderão atuar em todos os 62 municípios do Amazonas. 

Na ocasião, José Melo destacou o resultado das negociações com os representantes dos servidores da educação nesta terça-feira (6), onde foi decidido o reajuste salarial de 10%, sendo 5,67% em maio e 4,33% em janeiro do ano que vem.

Em relação aos benefícios trabalhistas, o vale alimentação também será concedido a partir de janeiro de 2015, enquanto o vale transporte já será para este ano e, segundo o governador, estendido a todas as classes de servidores do Estado que ainda não possuem o benefício.

“Eu quero dizer que essas conquistas foram possíveis porque houve um entendimento muito grande entre os professores e nosso governo. No entendimento, acordamos rápido as conquistas que começaram a ser construídas ao longo de três anos e três meses”, disse Melo.

A mensagem com o reajuste e os benefícios, frutos de negociações conduzidas pelo próprio governador junto ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam), será encaminhada ainda hoje para aprovação na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM).  

“No limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, da Lei Eleitoral e do nosso orçamento, conseguimos avançar em muitos itens e vamos agora criar uma Comissão Paritária para que os Estado e os representantes legais dos professores possamos continuar trabalhando nessa linha de crescimento da educação”, disse. 

*Com informações da assessoria