Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem acusado pelo assassinato de companheira é preso nesta quinta (17), em Manaus

Crime aconteceu no ano passado; alegando legítima defesa, Jhonata Araújo, de 19 anos, desferiu 14 facadas na então namorada, Graciema Abraão, 52, após discussões e ameaças por causa de ciúmes

Jhonata Marques de Araújo enfrenta prisão por crime cometido um ano antes

Jhonata Marques de Araújo enfrenta prisão por crime cometido um ano antes (Antônio Menezes)

Um crime cometido em 2013 ganhou um novo desfecho nesta quinta-feira (17).

Jhonata Marques de Araújo, de 19 anos, acusado pelo assassinato de Graciema Torres Moreno Abraão, 52, foi libertado por falta de provas no fim do ano passado, após o corpo de Graciema ter sido encontrado pela irmã, em sua própria residência, com marcas de 14 facadas, mas agora é colocado novamente como o principal suspeito do crime.

Ele foi apresentado nesta manhã na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), após o pedido de prisão preventiva feito pelo juiz Mauro Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri. Jhonata deve enfrentar o resto do processo em reclusão.

Entenda o caso

Segundo a investigação da polícia, Graciema morava na rua Xavier Mendonça, no bairro Aparecida, Zona Sul de Manaus, e Jhonata trabalhava como entregador em uma distribuidora de água e gás na mesma via. Os dois tiveram um relacionamento de cerca de um ano, marcado, segundo Jhonata, pelo ciúme e a possessividade de Graciema. Quando, no dia 18 de outubro de 2013, os dois tiveram uma discussão especialmente violenta, a vítima teria pegado uma faca e ameaçado matar o namorado. Jhonata então tomou a arma de Graciema e a atacou de volta, resultando no óbito da mulher. O cadáver foi descoberto dois dias depois.

* Com informações da repórter Girlene Medeiros.

Facebook Voce Reporter
Denuncia