Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem é alvejado com dois tiros no São José II

Segundo policiais, dois indivíduos ainda não identificados em uma motocicleta abordaram a vítima e efetuaram os disparos 

Homem foi morto em frente a uma panificadora na esquina das ruas 9 e Penetração

Homem foi morto em frente a uma panificadora na esquina das ruas 9 e Penetração (ACRITICA.COM)

Um homem foi morto com dois tiros por dois homens em uma motocicleta na madrugada desta segunda-feira (16). O crime aconteceu entre as ruas 9 e Penetração, bairro São José II, Zona Leste de Manaus. Segundo moradores, o indivíduo era um feirante e se chamava Denis Coelho Gonçalves, 32, porém o corpo ainda não foi identificado por familiares no Instituto Médico Legal (IML).

De acordo com relatório feito por policiais militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), os suspeitos estavam em uma motocicleta de cor preta, com placas e modelo não identificados, quando efetuaram os disparos contra o feirante. Os tiros atingiram o tórax e a cabeça da vítima, que não resistiu e morreu no local.

Segundo o laudo de necropsia do IML, a vítima morreu após ter uma hemorragia proveniente dos disparos. O jovem que ainda não foi identificado oficialmente pela família tinha pele parda, olhos pretos, cabelos lisos e aparentava ter 1,70 de altura. Na ocasião, o indivíduo trajava calça jeans, camisa e tênis brancos e boné do flamengo.

Ainda segundo os policiais, após a execução foi feita uma ronda na área, mas nenhum suspeito foi localizado. O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).   

Uma moradora, que preferiu não se identificar, contou a equipe de reportagem que ouviu os tiros durante a madrugada, mas preferiu não olha pela janela. “Ele era conhecido de todos aqui na área, era uma boa pessoa e não sei quem faria isso com ele. Nos sentimos inseguros diante de tanta violência”, finalizou.

Questionada sobre o envolvimento da vítima com o tráfico de drogas do bairro, a moradora declarou desconhecer o fato e disse que não sabia se o feirante estava sendo ameaçado por alguém.

O corpo foi retirado pelos servidores do IML e continua no órgão aguardando que familiares façam a identificação.