Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem envolvido em homicídio ocorrido em 2006 é preso por faltar audiência

Manoel foi preso pelo roubo e já estava respondendo pelo homicídio de Lidernei em liberdade, porém ele deixou de comparecer a alguns atos do processo

Homem envolvido em homicídio ocorrido em 2006 é preso por faltar audiência

Homem envolvido em homicídio ocorrido em 2006 é preso por faltar audiência (Divulgação / Polícia Civil)

Manoel Bacelar de Andrade, 54, foi preso na tarde de quarta-feira (19), em cumprimento a mandado de prisão preventiva por homicídio, expedido no dia 30 de janeiro deste ano pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

O homem é apontado como um dos integrantes do homicídio do mototaxista Lidernei Pereira dos Passos, ocorrido no dia 26 de dezembro de 2006, na rua Penetração, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade. Manoel foi preso por volta das 15h30, na residência dele, localizada na rua Lírios, no mesmo bairro onde o crime ocorreu. 

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (20), na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o delegado Raphael Campos revelou a motivação e os detalhes do homicídio de Lidernei.

“Manoel, Luiz Carlos Andrade de Lucena, o 'Tiririca da Praça 14', e Rudson dos Santos Alfaia, efetuaram um assalto a um supermercado localizado na avenida Jornalista Umberto Calderaro Filho, no bairro Adrianópolis, no ano de 2006, de onde levaram meio milhão de reais do lugar”, contou.

Ainda segundo o delegado, a vítima presenciou o crime e reconheceu os autores.

“Por conta disso, Manoel e os comparsas dele resolveram matar Lidernei. Na ocasião, a vítima, que era mototaxista, foi atraída ao local após receber uma ligação solicitando uma corrida. Chegando ao lugar indicado os três o aguardavam em um carro preto e efetuaram dois tiros em Lidernei”, declarou.

Raphael Campos destacou ainda que os três autores foram presos logo após o crime. “Manoel foi preso pelo roubo e já estava respondendo pelo homicídio de Lidernei em liberdade, porém ele deixou de comparecer a alguns atos do processo. Por conta disso o juiz decretou a prisão preventiva dele. Luiz Carlos continua preso e Rudson já faleceu”, frisou.

Ao término dos trâmites realizados na Delegacia Especializada, Manoel será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria