Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem é executado com seis tiros na Zona Leste de Manaus

De acordo com informações da polícia, a vítima foi alvejada ao atender dois suspeitos na porta da casa dele

Cristian Santos da Silva, 38, foi executado com seis tiros na porta de casa

Cristian Santos da Silva, 38, foi executado com seis tiros na porta de casa (Divulgação)

Cristian Santos da Silva, 38 anos, foi executado com seis tiros na tarde deste domingo (15), na casa dele, localizada na avenida Pirarucu, bairro Jorge Teixeira III, Zona Leste de Manaus.

Segundo informações do delegado plantonista do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ailton Carvalho, a vítima estava em casa quando dois suspeitos chamaram pela janela.

“A casa é tipo um sobradinho e os suspeitos subiram as escadas e chamaram a vítima que atendeu e foi atendê-los”, disse Carvalho.

O delegado informou, segundo relatos de um familiar da vítima que estava na casa no momento do crime, Christian abriu a porta e foi alvejado com seis disparos.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e identificou as munições deflagradas como sendo de revólver calibre 38.

Policiais da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados para o local, mas ao chegarem os suspeitos já haviam fugido.

De acordo com informações de populares que viram a ação da dupla, os suspeitos estavam em um veículo ainda não identificado, estacionaram em frente à casa da vítima e subiram para executar o crime.

Um dos familiares da vítima que não terá seu nome revelado por questões de segurança e que presenciou o crime, informou ao delegado que atendeu a ocorrência que um dos suspeitos era uma pessoa conhecida.

As motivações para a execução do crime não foram levantadas, mas a polícia não descarta nenhuma hipótese.

Todas as informações sobre o ocorrido foram colhidas e encaminhadas a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs) que dará prosseguimento as investigações.