Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem corre de motoqueiro na avenida Constantino Nery e acaba morto com um tiro no abdômen

A vítima estaria na garupa da moto e foi supostamente morta pelo homem que conduzia o veículo. A polícia encontrou com a vítima uma arma de brinquedo e um documento que a identificava como terceiro sargento do Exército

O motoqueiro teria ordenado que a vítima desembarcasse da moto, que obedeceu e correu para se salvar, porém acabou alvejada

O motoqueiro teria ordenado que a vítima desembarcasse da moto, que obedeceu e correu para se salvar, porém acabou alvejada (Divulgação/Patrulha da Cidade)

Um homem identificado como Lucas do Carmo Silva, 19, foi morto com um tiro no abdômen no início da manhã desta quinta (29), em Manaus, por volta das 5h30, na avenida Constantino Nery, em frente ao colégio Precioso Preciosíssimo Sangue. A vítima estaria na garupa de uma moto e foi supostamente morta pelo motoqueiro que conduzia o veículo.

Segundo testemunhas disseram a policiais da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Lucas e o suposto assassino estavam em uma motocicleta, de placa não identificada, no sentido Centro/bairro na avenida Constantino Nery quando o condutor ordenou que a vítima desembarcasse. Lucas obedeceu e correu para se salvar, mas foi atingido.

Após efetuar o disparo, o assassino fugiu na motocicleta e a vítima ficou estirada na sarjeta do lado oposto da via, local até onde conseguiu correr. Lucas ainda usava capacete de moto, portava uma arma de fogo de brinquedo e uma mochila, que dentro continha carteiras de identidade de diversas pessoas, objetos pessoais e um documento que o identificava como terceiro sargento do Exército.

Além de policiais da 22ª Cicom, investigadores de Polícia Civil e peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local para recolher provas. Como Lucas portava uma arma de brinquedo, a polícia desconfia que ele fosse assaltante. O Instituto Médico Legal removeu o corpo da vítima e o caso será investigado pelo 22º Distrito Integrado de Polícia e pela Delegacia de Homicídios (DEHS). 

*Com informações do repórter Iury Carvalho