Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem atira contra rapaz e acaba morto a pauladas e garrafadas por vizinhos em Manaus

A vítima era conhecida na área por vender drogas e se envolver em confusão. Ele invadiu uma residência, atirou várias vezes até acabarem as balas e saiu correndo. Vizinhos o alcançaram e o agrediram até a morte

Mesmo sem qualquer registro de ocorrência prestado nos Departamentos Integrados de Polícia (Dips) da área, homens do Ronda no Bairro, Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e Canil, realizaram buscas pelas imediações da reserva

Dois agressores foram presos (Clóvis Miranda)

Charles Bronson da Silva, 24, foi morto a golpes de gargalo de garrafa e pedaços de madeira por seus vizinhos na madrugada deste domingo (22), por volta das 2h, na rua 206, bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus, após ele ter invadido uma residência e atirado contra um rapaz. Informações dão conta de que a vítima não era bem quisto na área.

Segundo informações da polícia, Charles estava em frente à casa de Francisco de Oliveira Santos, 38, quando invadiu a residência do homem para supostamente intervir em uma briga que ocorria no local. Ele, do lado de fora da casa, teria visto o enteado de Francisco, um adolescente, puxar o braço da esposa grávida durante a suposta confusão.

Depois de entrar na residência, Charles disparou todas as balas da arma de fogo dele contra o adolescente, sendo que uma delas atingiu o braço direito do rapaz. Segundo testemunhas, o enteado e a mulher não estavam brigando, e Charles teria entrado no local para matar o adolescente, já que os dois tinham uma desavença.

Testemunhas disseram que o adolescente estava, na verdade, puxando o braço da mulher grávida para forçá-la a entrar em casa, e Charles achou que estivessem brigando e por isso interveio. Conforme moradores, Charles era pouco querido no local, era um traficante de drogas importante na área e sempre se envolvia em confusões.

Após as balas da arma de fogo acabarem, Charles saiu da casa em disparada à procura de um colega, conhecido como “Babú”, para arranjar mais munição. Nesse momento, o dono da residência, Francisco Santos, o enteado dele e mais dois vizinhos correram atrás de Charles e conseguiram alcançá-lo e imobilizá-lo.

Francisco teria agarrado a mão de Charles e retirado o revólver dele para, em seguida, todos juntos o agrediram e o golpearam com gargalos de garrafa de cerveja e outros objetos que encontraram pelo chão.

A polícia não confirmou a informação de que duas pessoas teriam tentado salvar Charles e que foram agredidas, nem confirmou também que a agressão só teria terminado após outra pessoa fazer um disparo de arma de fogo para o céu, conforme apontam informações de testemunhas.

Após a confusão terminar, Charles foi socorrido e levado já sem vida ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Galileia. No site do Tribunal de Justiça do Amazonas, o nome de Charles aparece em três processos judiciais por tráfico de drogas.

Policiais da 15ª Companhia Interativa de Polícia (Cicom) atenderam a ocorrência e prenderam em flagrante Francisco e o enteado dele. Após procedimentos no 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Francisco foi autuado por homicídio e levado para Cadeia Pública e o adolescente para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

A polícia também informou que a família de Francisco de Oliveira está sendo ameaçada por “Babú”, colega de Charles, e que por isso estão mudando de residência. A polícia fez a escolta dos familiares para que os mesmos retirem objetos e móveis da casa e façam a mudança para uma nova residência.

*Com informações da repórter Joana Queiroz