Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem é morto com cinco tiros em suposta rixa na Zona Leste

Vítima teria sido ameaçada por suspeito identificado como 'Davi'. Caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)

Familiares afirmam que vítima não tinha envolvimento com suspeito

Familiares afirmam que vítima não tinha envolvimento com suspeito (Divulgação )

O autônomo, Fernando Jordão do Conceição, 26, foi morto com cinco tiros pelo corpo, na rua das Pérolas, no bairro Nova Floresta, por volta das 18h de quinta-feira (15). Segundo a família, ele teria sido vítima de vingança.

Segundo familiares que preferiram não se identificar temendo represálias, Fernando teria sido morto devido a uma rixa antiga entre dois grupos do bairro, a qual teria começado depois que após algumas pessoas entrarem na casa de um suspeito identificado apenas como “Davi”. Na ocasião, o homem teria ficado revoltado e feito ameaças de morte aos homens.

A família alegou que Fernando não participou da invasão à casa de “Davi”, mas era amigo dos homens que entraram na casa, e que na noite do crime tinha se encontrado com eles em um bar. Na volta para casa, ele teria sido seguido por dois homens que o executaram. A família acredita ainda que Davi tenha alvejado a vítima com a ajuda de outro homem identificado apenas como “Mingau”.

Após o crime, os suspeitos teriam corrido e fugido em um veículo modelo Celta, de cor verde, com duas listras brancas, que aguardava a dupla no fim da rua, segundo relatos de pessoas que presenciaram a execução.

Fernando chegou a ser socorrido por amigos e vizinhos. Ele foi levado ao Hospital Platão Araújo, Zona Leste, mas chegou sem vida à Unidade. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foi ao local para colher informações sobre o caso. Nenhum suspeito foi preso. 

*Com informações da repórter Jaíze Alencar