Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homens são presos após roubarem R$ 300 mil de distribuidora em Manaus

Três homens continuam foragidos, segundo a polícia. Crime ocorreu no dia 29 de janeiro. Na ação, grupo amarrou vigia e levou diversos aparelhos eletrônicos

Suspeitos foram apresentados nesta quarta-feira na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf)

Suspeitos foram apresentados nesta quarta-feira na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf) (Antonio Menezes)

Dois homens suspeitos de terem roubado cerca de 300 mil em mercadorias de uma distribuidora foram presos e apresentados nesta quarta-feira (2) na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf). Celson Gomes dos Santos, 31, e José Maria França Júnior, 22, cometeram o crime no dia 29 de janeiro deste ano. Três pessoas ainda continuam foragidas, segundo a polícia.

De acordo com Orlando Amaral, delegado titular da Derf, a dupla foi presa por meio de mandado de prisão expedido pela juíza Andréa Jane da 2ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Segundo a Polícia Civil, Celson foi capturado em um shopping na avenida Djalma Batista e José Maria em uma residência localizada no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Conforme o delegado, os homens são acusados de participar de uma quadrilha que roubou cerca de R$ 300 mil em mercadorias de uma importadora situada na avenida Torquato Tapajós. Segundo ele, entre os produtos roubados estão celulares, aparelhos de som, máquinas fotográficas, notebooks, jogos eletrônicos e uma TV de 65 polegadas. “Eles entraram armados, amarraram o vigia e cometeram o assalto”, contou Amaral.

Os homens foram autuados por roubo majorado e formação de quadrilha. Eles serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa. Segundo a polícia, as investigações irão prosseguir para localizar os outros três suspeitos. 

*Com informações da repórter Joana Queiroz