Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Homem é assassinato com duas facadas no tórax após discussão

Raimundo havia discutido e ameaçado Luiz Dark, que resolveu voltar armado com faca, invadiu a casa da vítima e o esfaqueou. Populares mexeram na cena do crime e impediram a realização da perícia

Corpo estava sendo velado em uma igreja antes do IML liberar o corpo

Corpo estava sendo velado em uma igreja antes do IML liberar o corpo (Girlene Medeiros)

Por volta das 8h da manhã desta quarta-feira (13), o vendedor de salgados Raimundo Gonçalves Vidal, 25, foi assassinado com duas facadas no tórax. A vítima estava em uma residência localizada na rua 10, no distrito do Cacau Pirêra, no município de Iranduba, a 25km da capital. A polícia já tem um suspeito de ser o autor do crime.

De acordo com o delegado titular do 32º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Mavignier, Raimundo teria sido surpreendido por Luiz Dark Moreira após uma discussão envolvendo os dois e a companheira de Luiz, não identificada.

O titular disse ainda que, segundo informações de testemunhas, os dois se desentenderam na noite de terça-feira (12) e Raimundo teria agredido a esposa de Luiz. Quando o suspeito foi tirar satisfação com Raimundo, ainda na noite de terça-feira, o vendedor de salgados recebeu Luiz com uma arma em punho e teria feito ameaças.

Hoje pela manhã, Dark invadiu a casa que pertence a um traficante da região, surpreendeu Raimundo com duas facadas e fugiu. Populares que presenciaram o crime carregaram o corpo de Raimundo até uma canoa e encaminharam o corpo da vítima até uma igreja onde começaram a velar o corpo.

Momentos depois, o Instituto Médico Legal (IML) esteve no local e removeu o corpo. Até o fechamento desta matéria, o delegado estava em diligência para tentar prender o autor do crime ainda nesta quarta-feira.

Mais informações em instantes.

*Com informações da repórter Girlene Medeiros