Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Na Zona Oeste, torneiro mecânico é assassinado com 9 tiros

Homem foi surpreendido com tiros de pistola 38 enquanto assistia uma partida de futevôlei. Família negou qualquer envolvimento da vítima com substância entorpecente

O corpo da vítima foi identificado ainda no local pelo pai de Gil

O corpo da vítima foi identificado ainda no local pelo pai de Gil (Patrulha da Cidade)

O torneiro mecânico Gil Queiroz Lira, 22, foi assassinado com 9 tiros, possivelmente de revólver e pistola calibre 380., Os disparos atingiram o corpo da vítima enquanto ela assistia a uma partida de futevôlei na quadra de areia do Centro Desportivo da Compensa (CDC). Duas pessoas não identificadas são suspeitas de efetuarem os tiros e fugiram em uma moto modelo CG, de placas desconhecidas.

Segundo moradores das redondezas, por volta das 19h, Gil estava na quadra localizada rua Teófilo Dias, no bairro da Compensa, Zona Oeste de Manaus, e ao perceber a situação ele ainda tentou correr, mas estava com uma das pernas machucada devido a um acidente de moto e não conseguiu fugir. Ele morreu na calçada do imóvel. 

O oficial do dia da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Tenente Stanley, afirmou que populares disseram que dois homens que estavam em uma moto CG vestiam a camisa de mototaxista. Os dois se aproximaram da vítima e o "garupa" efetuou os disparos. Em seguida, os dois fugiram em rumo desconhecido.

O pai, que também é torneio mecânico e tinha o filho como um dos colaboradores, da oficina em que trabalha na avenida Brasil e um tio identificado como Roberto Fernando estiveram no local do crime e reconheceram o corpo de Gil. Segundo os familiares, a vítima não tinha qualquer envolvimento com atividade ilícita. Ele também não tinha informado se sofria ameaças ou não.

Policiais militares informaram que o motivo do crime é desconhecido. A ocorrência foi registrada no 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e será repassado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que investigará o caso.