Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Idosa sofre sequestro relâmpago e bandidos utilizam carro da vítima para fazer arrastões por Manaus

Funcionária pública estacionava carro na garagem quando foi abordada por dois homens. Bandidos mantiveram vítima sob mira de arma de fogo e usaram veículo para assaltar na avenida das Torres e na Morada do Sol

O caso foi levado ao 11º Departamento Integrado de Polícia (DIP)

Caso vai ser investigado no 11º DIP, no bairro Coroado (Winnetou Almeida)

Uma funcionária pública de 66 anos foi vítima de um sequestro relâmpago em Manaus, na manhã desta segunda (1º), quando estacionava o carro dela na garagem de casa, no conjunto Tiradentes, Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus. A vítima foi rendida por dois homens armados com pistola, que usaram o veículo dela para fazer arrastões por Manaus.

Como faz diariamente, a vítima saiu de casa por volta das 6h30 dentro do carro dela, um Hyundai HB20 de cor preta e placas não identificadas, para ir comprar pão na padaria. Quando chegava em casa e estacionava o veículo na garagem, a mulher foi abordada por dois rapazes armados, que aparentavam ser adolescentes.

Na garagem, a dupla fez ameaças e exigiu que a mulher saísse do banco do motorista e passasse para o banco de trás. Eles a mandaram retirar os óculos de grau do rosto e disseram para que não olhasse para os rostos deles. Da garagem, os bandidos avistaram a filha da funcionária pública dentro de casa, que esperava a mãe retornar com os pães.

Como o carro da idosa tinha câmbio automática e os bandidos disseram que não saber dirigir veículos assim, segundo a vítima, um deles sugeriu também sequestrar a filha da funcionária pública, para que ela conduzisse o automóvel. Entretanto, a idosa pediu para que eles não fizessem isso porque ela os ensinaria a conduzir o carro automático.

Assaltos

A dupla concordou com a funcionária pública e um deles conseguiu comandar o veículo. Eles seguiram caminho e assaltaram um rapaz na avenida das Torres e depois uma moça no conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo. Após esses dois assaltos, a dupla buscou um terceiro comparsa na casa dele, que entrou no carro armado com outra pistola para cometerem mais roubos.

No trajeto, o bandido que conduzia o automóvel perdeu controle da direção e colidiu com um carro modelo Saveiro e, depois, com um carro Hilux. Segundo depoimento da funcionária pública, o motorista da Hilux, possivelmente irritado com a batida, passou a perseguir o HB 20 em posse dos bandidos, o que causou nervosismo no trio de assaltantes.

Para tentar despistar o motorista da Hilux, o grupo desistiu de fazer mais assaltos e entrou em um beco sem saída no bairro Coroado. Eles estacionaram e abandonaram o veículo e depois fugiram a pé. O motorista da Hilux se aproximou, avistou a vítima sozinha no banco de trás e ligou para a polícia. O trio deixou para trás uma arma caseira.

O sequestro relâmpago durou cerca de uma hora e, segundo a própria vítima, os bandidos não agiram com violência nem exigiram quantias em dinheiro, mas fizeram ameaças. As características do crime demonstram que eles apenas queriam fazer assaltos. O bando fugiu levando um relógio, um celular e R$ 150 da funcionária pública.

O caso foi registrado no 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Coroado, e será investigado pela delegada Tatiana Feijó. Até o momento, apenas a vítima prestou depoimento na delegacia. A delegada informou que pretende colher depoimento das vítimas dos assaltos para reunir informações que ajudem na identificação e localização do trio de bandidos.

*Colaborou a repórter Joana Queiroz