Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Igarapé sob a ponte do São Jorge, em Manaus, é tomado por lixo

A ponte é uma das principais vias de acesso ao Fifa Fan Fest, evento que ocorre na praia da Ponta Negra, na Zona Oeste, e que concentrará turistas e torcedores locais durante os jogos da Copa do Mundo

Com a cheia dos rios, os resíduos sólidos ficaram retidos na ponte e ao redor das casas

Com a cheia dos rios, os resíduos sólidos ficaram retidos na ponte e ao redor das casas (Manaus Hoje/Foto do leitor)

Uma grande quantidade de lixo se acumulou, novamente, no igarapé da Cachoeira Grande, que passa por debaixo da ponte do São Jorge, bairro de mesmo nome, na Zona Oeste de Manaus, na manhã desta quinta-feira (12). A menos de uma semana, a Prefeitura de Manaus já havia retirado 28 toneladas de lixo de dentro do igarapé

A ponte é uma das principais vias de acesso à Zona Oeste da cidade e ao Fifa Fan Fest, evento que ocorre na praia da Ponta Negra e que concentra turistas e torcedores locais durante os jogos da Copa do Mundo no Brasil. Uma retroescavadeira, 10 caçambas e 20 agentes já começaram os trabalhos, que continuarão até que todo lixo seja retirado, segundo a prefeitura.

Devido a cheia dos rios amazônicos em 2014, o nível das águas subiu bastante e a quantidade de lixo despejado nos igarapés se tornou mais evidente. O local de entorno do igarapé Cachoeira Grande é tomado palafitas, residências de madeira sobre as águas. Com a cheia, os resíduos sólidos ficaram retidos na ponte e ao redor das casas.

Segundo o subsecretário da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), José Rebouças, o acúmulo de lixo é resultado da última chuva, que arrasta os resíduos jogados nas águas desde a nascente do igarapé do Mindu, na Zona Leste da cidade.

“Temos uma média diária de quase 30 toneladas de lixo retiradas dos igarapés da cidade, totalizando 840 toneladas por mês. Infelizmente, a população, que mora nas margens dos igarapés, e os motoristas, que jogam lixo pela janela de seus carros nas águas, contribuem para continuar aumentando essa estatística. Enquanto as pessoas não se conscientizarem isso não vai mudar”, disse.

A ponte do São Jorge recebeu reparos da Prefeitura de Manaus e foi reinaugurada no dia 6 de junho deste ano.

Sem se preocupar com o risco de doenças, crianças brincavam em meio à sujeira durante esta quinta-feira (12). Até uma bola foi achada e serviu para animar ainda mais brincadeira. A quantidade de lixo impressiona mesmo quem já está acostumado com o cenário. O funcionário público, José de Freitas, 59, que há mais de 30 anos mora no bairro São Jorge, se diz constrangido com a situação.

“Essa é a nossa realidade, os anos passam e a população não se conscientiza. A Copa está aí e me sinto envergonhado de ver a cidade se preparando para receber os turistas com todo esse lixo jogado nos igarapés”, comentou o morador.

*Com informações da assessoria de imprensa