Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Igreja Católica celebra humildade de Cristo e eucaristia durante missa do ‘lava pés’, em Manaus

Arcebispo Metropolitano Dom Sergio Castriani relembrou o gesto concreto que Jesus Cristo fez antes da Santa Ceia

A celebração do Lava Pés, segundo o arcebispo, recorda a última ceia de Jesus, a instituição da eucaristia e o mandamento novo

A celebração do Lava Pés, segundo o arcebispo, recorda a última ceia de Jesus, a instituição da eucaristia e o mandamento novo (Evandro Seixas)

Com a reflexão sobre o mistério da morte e ressurreição de Jesus Cristo, a comunidade católica de Manaus celebrou nesta quinta (17) as tradicionais missas dos Santos Óleos e da Última Ceia do Senhor, também chamada popularmente de Lava Pés. Segundo o arcebispo da arquidiocese de Manaus, Dom Sérgio Castriani, as celebrações marcam o período pascal cuja programação segue até domingo, dia da ressurreição de Jesus.

A celebração do Lava Pés, segundo o arcebispo, recorda a última ceia de Jesus, a instituição da eucaristia e o mandamento novo. Todos os anos são escolhidos 12 pessoas que tenham ligação com o tema da campanha da fraternidade para terem os pés lavados e beijados pelo arcebispo, repetindo o gesto realizado por Jesus Cristo.

Este ano, a campanha tem como tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e 12 pessoas que trabalham no entorno da catedral, entre prostitutas, lavadores de carros e dependentes químicos foram escolhidas. A celebração foi realizada no início da noite de quinta, na catedral metropolitana de Manaus, na Matriz, no Centro da capital. Em 2013, foram 12 jovens, uma vez que a campanha da fraternidade abordou o tema da Juventude.

Sebastiana Ferreira da Silva, 43, é guardadora de carros há 30 anos no entorno da catedral, e foi uma das escolhidas para ter os pés lavados pelo arcebispo. Foi a terceira partição dela na celebração do Lava Pés em cinco anos. “Senti a presença de Deus. É muito bom receber essa benção”, disse.

A missa dos Santos Óleos foi realizada pela manhã. Segundo Dom Sérgio, essa é uma das celebrações mais importantes da semana da Páscoa, visto que marca o surgimento da eucaristia para a igreja católica e consagra os óleos que serão usados durante todo o ano. “A razão para a missa ser feita na quinta-feira santa se deve ao fato de ser este último dia em que se celebra a missa antes da Vigília Pascal”, disse.

O arcebispo esclareceu que durante a celebração são abençoados três óleos: o primeiro, o da Crisma, de cor branca, é usado no sacramento, que confirma o cristão na graça do espírito santo para viver como adulto na fé. O mesmo óleo é usado na renovação das promessas sacerdotais.

O segundo, o óleo dos catecúmenos, de cor vermelha, representa a libertação do mal para pessoas que se preparam para receber o batismo na igreja. O terceiro é o óleo dos enfermos, de cor roxa, que é usado no sacramento dos enfermos, que representa a força do espírito de Deus para a provação da doença.

Programação

Hoje às 7h haverá missa na Matriz. Às 9h tem a via sacra saindo catedral até a igreja Nossa Senhora de Fátima, na Praça 14. Às 15h novena na catedral. No mesmo horário, celebração da Paixão do Senhor, no Santuário de Fátima. Às 16h procissão do Senhor Morto.