Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Incêndios devastam área verde na Zona Leste de Manaus e casa abandonada na Zona Centro-Sul

Bombeiros estiveram na área verde que pegou fogo no Nova Vitória e tiveram dificuldades para controlar as chamas devido o terreno ser acidentado e o forte vento na área

Proprietário do imóvel ainda não se identificou

Fogo demorou quase duas horas para ser contido (Josemar Antunes)

Um incêndio de grandes proporções ocorreu por volta das 15h desta terça-feira (2), em uma área verde da capital amazonense, na rua Criciúma, no bairro Nova Vitória, Zona Leste de Manaus.

Duas viaturas do Corpo de Bombeiros estiveram no local e tiveram dificuldades para controlar as chamas devido o terreno ser acidentado e o forte vento na área. O fogo foi controlado por volta das 16h51, ninguém ficou ferido. 

Segundo informações de populares, um grupo de crianças brincava na localidade quando um deles ateou fogo em um pedaço de papelão. Políciais Militares da 4a. Companhia Interativa Comunitária (Cicom) isolaram a via para os trabalhos do Corpo de Bombeiros.

Casa abandonada

Cerca de uma hora e meia antes, outro incêndio já tinha se alastrado, desta vez dentro do terreno de uma residência abandonada localizada na rua Belo Horizonte, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul da capital.


O fogo teve início no mato que cerca a casa e chegou a atingir parte do teto. Quando os bombeiros chegaram, eles notaram que a porta de acesso da casa, de número 9, já tinha sido arrombada e que não havia nenhuma mobília no imóvel, dando a impressão de que fora abanadonada há muito tempo.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros Janderson Lopes, a vegetação que cercava a casa estava alta e ressecada, o que contribuiu para que as chamas se alastrassem rápido e chegassem, inclusive, ao telhado. Ele não descarta a possibilidade de alguém ter posto fogo no mato, uma vez que o acesso era livre.

Trabalhando em duas frentes, uma contendo o fogo na vegetação, outra contendo o fogo no telhado, os bombeiros conseguiram apagar as chamas por volta das 15h. Até o fechamento desta matéria, a propriedade do imóvel ainda era desconhecida.

*colaborou o jornalista Josemar Antunes