Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Integrante da facção criminosa FDN responsável por sete homicídios é preso

A polícia prendeu "Thiaguinho da Zona Leste" considerado um criminosos de alta periculosidade e com ficha extensa na Justiça

Integrante da facção criminosa FDN responsável por sete homicídios é preso

Integrante da facção criminosa FDN responsável por sete homicídios é preso (Luiz Vasconcelos)

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) prenderam na tarde de quinta-feira (13) Thiago Lima dos Santos, 20 anos, conhecido como "Thiaguinho da Zona Leste", em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido no dia 13 de janeiro deste ano pela juíza da 3ª Vara do Tribunal do Júri, Rosália Guimarães.

Ele estava sendo investigado há quatro meses e foi abordado na avenida Itaúba, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade, em um veículo modelo Volkswagen Gol, de cor prata e placas NPA -1924, que segundo Thiago era alugado.

O Delegado titular da DEHS, Paulo Martins, informou que Thiago é considerado de alta periculosidade.

"Ele cometia homicídios desde a época em que era adolescente, em 2011. Temos confirmados pelo menos sete homicídios de autoria dele. Entre as vítimas, estão André Xavier Oliveira, Aldevan da Silva Mota e Rudson dos Santos Alfaia, mortos em 2011; Leandro Viana Cardoso, em 2012; Wangles Félix Cardoso e Marcos Monteiro de Lima, em 2013; e Adriano Soares de Oliveira, em janeiro deste ano”, detalhou.

De acordo o Delegado Paulo Martins, os crimes foram todos motivados pela disputa de pontos de tráfico de drogas na Zona Leste, mais especificamente no bairro Jorge Teixeira. Acredita-se que há mais mortes ligadas ao Thiago.

Segundo o delegado Raphael Campos, o jovem é integrante da facção criminosa Família do Norte (FDN) e seria um dos "pistoleiros" do grupo, responsável por eliminar "concorrência" no submundo do tráfico.

“Ele agia sempre durante o dia, com a cara limpa e usando arma de fogo”, revelou Campos.

Thiago já responde a seis processos na Justiça, sendo três por porte ilegal de arma de fogo e outros três por roubo. Ele foi indiciado por homicídio e, após os procedimentos cabíveis, foi encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital, onde ficará à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria de comunicação