Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Exército e PM realizam buscas para encontrar jovem perdido em floresta no interior do AM

Adolescente de 15 anos está desaparecido desde sábado (19), quando tentou sair sozinho de mata fechada no município de Santa Isabel do Rio Negro, no extremo norte do Estado

Comunidade que jovem se perdeu tem mata fechada e de grande extensão

Comunidade em que jovem se perdeu tem mata fechada e de grande extensão (Régis Barcelos)

O adolescente Reinaldo Garcia Garrido, 15, se perdeu em uma área de castanhal no município de Santa Isabel do Rio Negro (a 737 quilômetros de Manaus por via fluvial) e não retornou desde o último sábado (19).

Segundo a polícia, o jovem entrou na floresta com quatro amigos para apanhar castanhas, mas decidiu voltar para casa antes do restante  do grupo e acabou se perdendo.

A Polícia Militar do município realiza buscas na área. Exército e a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) já foram acionados. O local onde o jovem desapareceu é de mata fechada, na comunidade Açaituba, a 20 minutos da sede do município.

“Ele quis retornar para casa antes e imaginou que saberia o caminho,  porém se perdeu”, disse o delegado Aldinei Nogueira, titular do 76º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e responsável pelas buscas.

No domingo (20), familiares do estudante entraram na mata em busca do garoto. “Pelo fato de ele morar em comunidade e possuir um certo conhecimento do que se alimentar e beber, temos fé que ele ainda continue vivo”, afirmou o delegado.

A PM iniciou as buscas após os familiares registrarem o caso na delegacia, no domingo (20). Segundo o delegado Aldinei, a unidade do Exército em São Gabriel da Cachoeira, município vizinho, deve participar da operação a partir desta terça (22) e a SSP-AM também fornecerá auxílio às buscas com envio de equipes. 

Ainda de acordo com o delegado, o adolescente é de uma comunidade vizinha, chamada Areal, também em Santa Isabel do Rio Negro. Ele estava hospedado em uma residência na comunidade de Açaituba, na casa de parentes.