Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Dona de casa é morta em Manaus e ex-companheiro é o suspeito

Segundo a Polícia, o homem chegou a atirar na perna da vítima para imobilizá-la, e quando ela parou em frente a uma casa, ele disparou os outros tiros. O caso aconteceu na rua Laço do Amor, Jorge Teixeira, Zona Leste da capital

O caso vai ser encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)

O caso vai ser encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) (Lucas Silva)

A dona de casa Janete Rodrigues da Silva, 37, apontada como traficante pela polícia, foi assassinada com sete tiros na tarde dessa segunda-feira (14), na rua Laço do Amor, bairro Jorge Teixeira 1ª Etapa, na Zona Leste da cidade. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro dela, identificado apenas como “Davidson”, “Cabrito” ou “Tevez”, que está foragido.

O delegado plantonista do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Robson Siqueira, informou que nenhuma hipótese vai ser descartada: ou acerto de contas no tráfico ou crime passional, já que a vítima discutiu com o suspeito antes do crime. “Testemunhas informaram que eles vinham brigando desde o início da rua e quando a Janete percebeu que o Davidson estava armado, ela saiu correndo para se esconder", disse.

A irmã de Janete, a doméstica Maria Valdeci Rodrigues da Silva, 46, informou que a vítima e Davidson viveram juntos cerca de nove meses, e que estavam separados há poucos dias. Segundo ela, a relação do casal era tumultuada, e no último sábado (12) ele já havia tentado matá-la à tijoladas. “Toda vez que eles bebiam e ele se droga, era uma briga. Eu aconselhei para ela sair dessa vida, mas ela não me ouviu”, disse a irmã.

Segundo a polícia, o homem chegou a atirar na perna da vítima para imobilizá-la, e quando ela parou, ele disparou mais tiros, atingindo cabeça, costas e barriga. A irmã da vítima, Valdeci, contou que antes do crime Davidson tinha ligado para Janete pedindo que ela levasse comida para ele. “Minha irmã morava no Nova Vitória. Falei pra ela não vir porque ele podia estar armando uma cilada pra ela. E acabou acontecendo isso”.

Investigação

Apesar de a família relatar que a vítima e o ex-companheiro costumavam brigar, a polícia não descarta que o caso também tenha envolvimento com o tráfico, tanto que Janete já cumpriu pena por tal crime, conforme consulta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). O caso vai ser encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).