Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Loja de material construção é assaltada, no Parque 10

Criminosos se fizeram passar por clientes para entrar no estabelecimento; cerca de R$ 10 mil foram roubados em dinheiros e pertences das vítimas

Caso será investigado pela 12ª Cicom

Caso será investigado pela 12ª Cicom (Winnetou Almeida/Arquivo A CRÍTICA)

Um loja de material de construção, no bairro Parque 10, na Zona Centro-Sul,  foi assaltada na tarde desta segunda-feira (5). De acordo com a Polícia Militar, os bandidos levaram aproximadamente R$ 10 mil, além de objetos das vítimas.

Funcionários do empreendimento informaram que o crime aconteceu por volta das 16h, no escritório da empresa, localizado na avenida Ivanete Machado, em frente à Bola do Mindu, no Parque 10, Zona Centro-Sul. Dois homens que estavam em uma moto amarela chegaram ao local se passando por clientes e procurando um outro suposto funcionário, quando anunciaram o assalto.

Vítimas presas

Ainda de acordo com testemunhas, os bandidos, que estavam armados, chegaram a prender oito pessoas que estavam no local em uma sala enquanto procuravam dinheiro. Eles fugiram da loja com aproximadamente R$ 10 mil, além de objetos de funcionários e clientes, como celulares, relógios e notebook. 

Policiais militares da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados, mas quando chegaram os suspeitos já haviam fugido. Segundo o sargento Avelino, da 12ª Cicom, durante todo o fim da tarde de ontem  viaturas do Ronda no Bairro fizeram patrulhamento pelas redondezas em busca dos suspeitos, mas ninguém foi localizado até o fechamento desta edição. O crime deveria ser registrado em alguma delegacia da cidade.

Uma testemunha do crime contou à polícia que acredita que os suspeitos conheciam o movimento na loja, pois ontem era justamente o dia de pagamento dos funcionários. “Eles só não conseguiram levar mais coisas porque eles entraram no escritório e o pagamento foi feito em outra loja”, disse ela, que preferiu não se identificar. Mesmo assim, a quantia que havia na loja conseguiu ser levada pelos bandidos.