Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

MPT constata energia elétrica clandestina no COT do Coroado

Canteiro de obra avaliada em R$ 15 milhões foi criticado por procuradores do Ministério Público do Trabalho (MPT) no decorrer de vistoria

Durante nova fiscalização que chegou ao Centro de Treinamento da Mini Vila Olímpica do Coroado na manhã desta quinta-feira (16), o Ministério Público do Trabalho (MPT) constatou que todo o canteiro de obras faz uso de energia clandestina. A empresa Eletrobras Amazonas Energia foi acionada para auxiliar na fiscalização.

Segundo o órgão, o problema encontrado oferece perigo aos trabalhadores do local, além de comprometer o fornecimento de energia elétrica nas proximidades.

No ano passado, o coordenador da União Gestora do Projeto Copa para Manaus, Miguel Capobiango, informou que o CT do Coroado estava avaliado em R$ 15 milhões.

O local deverá servir como um dos Centros de Treinamentos oficiais para a Copa, juntamente com o estádio Ismael Benigno, o ‘estádio da Colina’.

Outras fiscalizações

No decorrer da semana, três obras em andamento para a Copa do Mundo foram inspecionadas pelo MPT dentro do projeto "Contruir com Dignidade". O objetivo é permitir um controle efetivo sobre as condições de segurança dos trabalhadores nesses canteiros.

Na terça-feira (4), a Arena da Amazônia recebeu a visita de três procuradores do trabalho e dois analistas periciais, onde no local foi notado avanço na questão de segurança do trabalho, porém problemas pontuais ainda precisam ser resolvidos como equipamentos individuais de proteção e isolamento nas escadas com guarda-copo.

O Aeroporto Internacional Eduardo Gomes foi inspecionado pelo órgão nesta quarta-feira (15). A situação do canteiro de obras foi considerada crítica pelo procurador do trabalho Jorsinei Dourado. O motivo seria a falta de equipamentos para trabalhos em altura, problema que já teria resultado em acidentes com funcionários.

O estádio da 'Colina' teve o único canteiro de obras aprovado pelo MPT. Segundo o procurador, a organização foi um dos pontos positivos encontrados durante a fiscalização, que ocorreu também nessa quarta-feira (15).