Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Amazonas inicia nesta segunda-feira terceira etapa da vacinação contra o HPV

Última fase da campanha estadual coincide com lançamento da campanha nacional do Ministério da Saúde, também voltada para o HPV

O Amazonas foi o primeiro estado brasileiro a disponibilizar, na rede pública de saúde, a vacina contra o HPV

O Amazonas foi o primeiro estado brasileiro a disponibilizar, na rede pública de saúde, a vacina contra o HPV (ACRITICA/AC)

O Governo do Estado inicia nesta segunda-feira (10), em todo o Amazonas, a terceira e última etapa da campanha de vacinação contra o HPV, lançada no ano passado. O secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, informa que 103.256 meninas devem receber a terceira dose da imunização, completando o esquema vacinal. “Recomendamos que os pais e responsáveis pelas meninas que iniciaram o esquema de imunização em 2013 não deixem de assegurar que elas recebam a terceira dose da vacina, para garantir a proteção contra o vírus que está associado à maioria dos casos de câncer de colo do útero”, disse Alecrim.

A última etapa da campanha estadual começa no mesmo dia em que o Ministério da Saúde inicia, em todo o País, a campanha de vacinação contra o HPV, que agora passará a fazer parte do calendário nacional de imunização e também tem como público-alvo, inicialmente, as meninas na faixa etária de 11 a 13 anos.

O Amazonas, de forma pioneira, foi o primeiro Estado brasileiro a implantar o programa. A medida foi assegurada em lei, assinada pelo governador Omar Aziz em março do ano passado, como parte das ações voltadas para a prevenção do câncer de colo do útero, que ainda tem alta incidência no Estado.

Bernardino Albuquerque, diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), órgão vinculado à Susam e responsável pela coordenação da campanha em todo o Estado, frisou que a estratégia de vacinação das meninas contra o HPV continuará sendo realizada nas escolas, com a definição de unidades de saúde de referência para meninas que, eventualmente, não estejam matriculadas. “É, inclusive, uma oportunidade muito importante para aquelas estudantes que, mesmo estando na faixa etária da campanha, ainda não receberam a primeira dose da vacina. Elas poderão iniciar o esquema de imunização agoara”, frisou  Bernardino.

Cartão de vacina - As meninas que estarão recebendo a terceira dose da vacina precisam apenas apresentar o cartão de vacinação em que foram registradas as doses anteriores. As estudantes que estarão recebendo a primeira dose não necessitam apresentar autorização dos pais. “Conforme a nota técnica do Ministério da Saúde, os pais que não autorizarem a vacinação de suas filhas terão de assinar um termo de recusa”, explica Bernardino, destacando a importância da imunização no contexto das ações de prevenção ao câncer do colo do útero.

Bernardino destaca que todos os municípios já receberam as vacinas – tanto as doses adquiridas pelo Estado quanto as enviadas pelo Ministério da Saúde – para a execução da campanha, que deve se estender até o final de março. Na capital, a campanha tem a parceria da Prefeitura de Manaus.

*Com informações de assessoria de comunicação.