Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Anunciado o fim dos 'flanelinhas' no Complexo da Ponta Negra

Novo gestor do complexo turístico promete retirada dos guardadores de carros dos estacionamentos públicos na praia

Cobrança de estacionamento por flanelinhas na Ponta Negra estará proibida

Cobrança de estacionamento por flanelinhas na Ponta Negra estará proibida (Clóvis Miranda)

Motoristas que usam as vagas de estacionamento do Complexo Turístico da Ponta Negra, Zona Oeste, ficarão livres dos guardadores de veículos dentro de pouco tempo. A retirada dos chamados “flanelinhas” deve ser uma das primeiras ações do novo gestor do complexo turístico, Carlos Valente, para que o espaço público deixe de ser usado como propriedade particular.

“Os flanelinhas não ficarão lá. O estacionamento público é dos usuários públicos, e ele não será privatizado. Então, os flanelinhas que estão em atividade serão convidados a se retirar. E dentro de uma relação educada, absolutamente firme e dentro das responsabilidades e competências dos órgãos, como Manaustrans, esperamos resolver essa situação o mais rápido possível, porque envolve questões de segurança e trânsito”, disse.

A CRÍTICA denunciou esta semana a ação, sem controle, de flanelinhas aos finais de semana desde que a prefeitura entregou a segunda etapa do complexo turístico.  De acordo com a denúncia, os flanelinhas cobram ilegalmente R$ 10 antecipado do condutor que tenta estacionar nas vagas de estacionamento que são públicas.

De acordo com Carlos Valente, o complexo turístico da Ponta Negra terá um modelo de gestão com o objetivo de atender dez eixos de ações, basicamente: limpeza pública, meio ambiente, trânsito, transporte, segurança, saúde, atividade econômica, turismo, lazer e esporte. “A ideia é formatar uma estrutura, alterando e ampliando o regimento interno, mudando a gestão administrativa do Parque Ponta Negra, que será, a partir de agora, tratado efetivamente como parque”, explicou o gestor.

Monitoramento

Para otimizar o espaço, Valente disse que o modelo de gestão que está sendo construído e analisado pretende, por exemplo, melhorar o sistema de monitoramento  por câmeras, criar uma programação cultural em pareceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e criar uma rádio Ponta Negra. 

Carlos valente também disse que estão sendo elaboradas campanhas permanentes com informações sobre horários de funcionamento do balneário e as normas de uso do espaço. Isso será feito por meio da distribuição de material, principalmente, nos finais de semana, informou o gestor.

“Existem pessoas que por uma questão de desinformação ou talvez até hábito cultural, ainda não estão entendendo que existe o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que deve ser respeitado por todos, pelo poder público e pelos usuários do Parque Ponta Negra”, destacou Carlos Valente.

Gestão integrada 

O modelo de gestão que está sendo construído para o Complexo Turístico da Ponta Negra vai buscar integrar todas as entidades municipais, estaduais e até federais   por conta do Fan Fest durante a Copa do Mundo.  Carlos Valente informou que isso será feito definindo a responsabilidades e competências de cada entidade.