Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Arthur Neto antecipa abertura da segunda etapa da Ponta Negra

Com 95% da obra da segunda etapa, o prefeito de Manaus afirma que poderá antecipar a abertura para o dia 22

Máquinas e homens trabalham em ritmo acelerado para concluir a segunda etapa

Máquinas e homens trabalham em ritmo acelerado para concluir a segunda etapa (Erica Melo)

A segunda etapa do complexo de lazer da Ponta Negra, na Zona Oeste, poderá ser aberta ao público antes do próximo dia 22, data confirmada pela Prefeitura de Manaus para a inauguração. Inicialmente a inauguração seria realizada no dia 24 de dezembro, mas foi antecipada para o dia 22, há duas semanas. O prefeito Artur Neto admitiu a possibilidade de nova antecipação em função da obra estar 95% concluída, mas depende do ritmo de trabalho dos próximos dias. Ele esteve no complexo, na segunda-feira (9), acompanhado de secretários para verificar o andamento da obra de reforma da segunda etapa.

Artur quer reabrir a Ponta Negra no domingo em razão da média de 10 mil pessoas que frequentam o local atraídos pelo projeto Faixa Liberada. A partir da inauguração, um número maior de pessoas deverá visitar o local até a véspera de Natal. A festa de inauguração está mantida, mas os detalhes ainda estão sendo finalizados.

O complexo está praticamente pronto. Apesar da reabertura, somente as quadras de esportes, mirante e demais estrutura ligadas ao calçadão com acesso pela avenida Pedro Teixeira será liberado. A continuação da praia perene na segunda etapa permanecerá fechada sem data de conclusão. A interdição é por medida de segurança.

A obra foi orçada em R$ 27 milhões. No entanto, o prefeito afirmou que ela será encerrada com uma economia de R$ 15 milhões. Os R$ 12 milhões que sobraram foram aplicados no reforço de taludes em outros aspectos de infraestrutura e paisagismo, tais como, rede de drenagem e grama, além da criação de cinco restaurantes no formato de barcos. Segundo o prefeito, o número foi limitado para evitar problemas de concorrência.  

A etapa a ser entregue possui três quadras de esportes, estações de tratamento de esgoto, estacionamento, mirante, pista de skate, banheiros e uma grande passarela para a circulação de pessoas. A passarela sai do calçadão e vai até a praia. A rotatória que está sendo construída na confluência das avenidas do Turismo e Coronel Teixeira também deve ser entregue este mês.

“Nossa política interna até admite mudança de data, mas não para baixo, para adiar não. Tivemos um probleminha no lote dois e disseram que falta só um pouquinho para o ano que vem e eu disse nem pensar. Vai ser um grande reforço para o turismo de Manaus”, disse o prefeito.

Prefeito fará marketing na Inglaterra

A polêmica envolvendo a vinda da seleção inglesa e da publicação do tablóide britânico The Daily Mirror denegrindo Manaus, levaram o prefeito a afirmar que vai a Londres rebater as declarações. A viagem ainda não tem data definida, mas deve ocorrer nos primeiros meses de 2014, depois da visita de representantes da Embaixada da Inglaterra no Brasil. Eles foram convidados pelo prefeito a conhecer a capital amazonense. Artur também deve buscar apoio de diplomatas brasileiros e ingleses para visitar o campo de treinamento da seleção inglesa, antes da vinda a Manaus.

A ideia é fazer uma coletiva de imprensa na Inglaterra para mostrar que a realidade de Manaus não condiz com a imagem apresentada pelo tablóide. No último domingo, o The Daily Mirror publicou uma matéria intitulada “Manaus homicida: Torcedores ingleses enfrentam jogo da Copa do Mundo em um dos lugares mais mortais da Terra”. O texto descreve Manaus como “buraco de inferno controlada pelo crime” e a coloca como a 11ª cidade mais perigosa do mundo.

“Temos tradição de receber todo mundo bem. É uma cidade muito fácil de valorizar quem é de fora e até demasiadamente muitas vezes. Temos que deixar claro para os turistas que não somos a cidade mais rica do Brasil, mas que somos a cidade mais hospitaleira e competente para sediar uma Copa do Mundo seja como ingleses ou com qualquer outra seleção”, destacou.