Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Autônomo é agredido até a morte por assaltantes após sair de escola de samba

A vítima estava sendo seguida pelos suspeitos e reagiu o assalto. Ele foi agredido até morte e os assaltantes levaram R$ 80, a bermuda e o tênis que ele usava

Paulo havia saído da Escola de Samba Aparecida quando foi seguido pelos suspeitos. Ele foi morto a poucos metros dali

Paulo havia saído da Escola de Samba Aparecida quando foi seguido pelos suspeitos. Ele foi morto a poucos metros dali (Reprodução/Internet)

O autônomo Paulo Roberto Lira Lima, de 42 anos, havia acabado de sair da quadra de uma escola de samba, localizada na rua Ramos Ferreira, bairro Nossa Senhora de Aparecida, Zona Sul de Manaus, quando foi agredido e morto a chutes por três pessoas, entre eles uma adolescente de 17 anos, durante um assalto na madrugada deste sábado (12). Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a vítima foi encontrada com vários hematomas pelo corpo e vestido apenas com uma camisa. Alef Pinheiro dos Santos, de 20 anos, foi preso e a menor apreendida após o crime.

De acordo com o tenente Brandivie da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a guarnição que estava de plantão durante a ocorrência recebeu uma informação sobre a agressão pelo rádio da polícia. Testemunhas informaram, na ocasião, que um homem estava sendo agredido por três pessoas, endo dois homens e uma mulher.

Ao chegarem na área, nas proximidades da quadra da agremiação, Paulo estava deitado em via pública com vários hematomas pelo corpo e com sangue no rosto. Os policiais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a equipe médica confirmou o óbito da vítima ainda no local do crime.

Populares informaram aos policiais que o autônomo havia saído da escola de samba e foi seguido pelos suspeitos. Ao chegar na frente do Condomínio Barão de Solimões, o trio o abordou com uma faca e tomaram os seus pertences pessoais.

A vítima - que estava aparentemento sob o efeito de bebida alcoólica - tentou reagir, mas foi agredido pelos suspeitos. Ele recebeu um soco de um dos infratores, caiu no chão e recebeu vários chutes no rosto, inclusive da adolescente.

Os policiais saíram em patrulhamento e conseguiram identificar Alef e a menina nas proximidades do local do crime, após serem apontados por testemunhas. Com eles, a polícia encontrou uma faca e R$ 80, além da bermuda e o tênis que foram levados da vítima.

Alef foi encaminhado ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte). A adolescente foi levada para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). O terceiro suspeito não foi encontrado pela polícia até a publicação desta matéria.