Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Bando invade empresa do Distrito Industrial e arromba caixa eletrônico com maçarico

Com um maçarico e um cilindro de oxigênio, os assaltantes derreteram o ferro do caixa eletrônico e levaram todo o dinheiro armazenado

A quantia levada pelo bando não foi informada pela agência bancária

A quantia levada pelo bando não foi informada pela agência bancária (Divulgação)

Aproximadamente cinco homens armados invadiram a empresa de pesca e esporte Universal Fitness Indústria, localizada na rua Matrinxã, bairro Distrito industrial I, na Zona Sul de Manaus, na noite de domingo (1º) e arrombaram um caixa eletrônico do Banco do Brasil (BB), que ficavam localizado dentro do estabelecimento.  Os assaltantes utilizaram um maçarico de GAE (que usa oxigênio extra) para derreter a estrutura de ferro da máquina e ter acesso ao dinheiro. A quantia levada pelo bando não foi informada pela agência bancária.

De acordo com policiais militares da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o bando chegou ao local e abordou dois vigilantes da empresa. Eles tomaram um revólver calibre 38 e um colete à prova de balas de uma das vítimas e quebraram as câmeras de segurança internas. Com um maçarico e um cilindro de oxigênio, os assaltantes derreteram o ferro do caixa eletrônico e levaram todo o dinheiro armazenado.


Após o ato, o grupo levou a CPU do computador central de monitoramento de câmeras da unidade. Segundo a polícia, os assaltantes tinham o objetivo de assaltar e, posteriormente, não serem reconhecidos. De acordo com os policiais militares, os assaltantes conheciam o local e sabiam como atuar dentro da empresa.

Depois do crime, os vigilantes conseguiram acionar a polícia, que fez uma ronda pela área, porém não conseguiu prender os suspeitos. O caso foi registrado no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) vai investigar o crime.