Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Boliviano é degolado e morto após festa em Manaus

Segundo vizinhos, a vítima passou a última noite bebendo com o namorado e mais dois amigos

A polícia fez perícias no local do crime e o corpo foi levado pelo Instituto Médico Legal

A polícia fez perícias no local do crime e o corpo foi levado pelo Instituto Médico Legal (VINICIUS LEAL)

O caseiro boliviano Frank José Fernandes Moreno, 55, foi encontrado morto e degolado por volta das 13h deste domingo (19) na quitinete onde passava os finais de semana em Manaus, em uma vila da rua Azaleias, bairro Jorge Teixeira 1, na Zona Leste. Frank trabalhava durante a semana em um sítio na estrada AM-010 (Manaus-Itacoatiara) e vinha para a capital aos sábados e domingos.

Segundo vizinhos, a vítima passou a última noite bebendo com o namorado e mais dois amigos. “Ele morava por aqui há uns 20 anos. Trabalhava no sítio e vinha para cá para curtir. À uma hora dessas, ele já estaria se arrumando para voltar ao sítio”, disse o vizinho João Antônio de Souza, 46. O corpo da vítima foi encontrado com marcas de paulada na cabeça e de degolamento no pescoço.

“Eu que liguei pro cunhado dele, o ‘seu’ Dino, que é dono dessa vila. Aí o Dino veio e encontrou o corpo”, contou a vizinha Angela Nunes Coelho, 39. “Às vezes eu descia de madrugada e encontrava-o com dois ou três homens se agarrando. Ele chegou ontem de noite e passou a noite bebendo com amigos. Ele era uma pessoa boa. Não ouvi barulho nenhum, porque choveu muito. Mas os cachorros daqui passaram a noite latindo”.

“Ele estava caído no chão, mas não vi se foi uma faca. Ele passou os últimos seis meses no sítio e só veio ontem (sábado). O problema dele era a bebida. Ele bebia muito. A gente brigava tanto com ele por isso. Ele saía e só chegava bêbado”, disse o cunhado da vítima, Bernardino, o “Dino”, 72. “O namorado pegava dinheiro com ele. Qualquer dinheiro que ele (namorado) quisesse, o Frank dava”, relatou “Dino”.

A polícia fez perícias no local do crime e o corpo foi levado pelo Instituto Médico Legal. O namorado da vítima, conhecido como “Cacá” ou “Cacheado”, com idade estimada em 35 anos, e os dois amigos, que passaram a noite com Frank, foram levados para prestar esclarecimentos na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investiga o caso. O velório aconteceu na noite deste domingo na Igreja Santa Maria Goretti, rua das Orquídeas, Jorge Teixeira 1.