Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Braga encomenda pesquisa para sondar quem tem chances de derrotar Omar Aziz na eleição

Provável candidato ao Senado, o governador do Amazonas, é o primeiro nas pesquisas e é praticamente imbatível na disputa pela única vaga de senador nas eleições de 2014

Senador Eduardo Braga (PMDB) é pré-candidato ao governo do Amazonas

Senador Eduardo Braga (PMDB) é pré-candidato ao governo do Amazonas (Divulgação / Agência Senado)

Precavendo-se da possibilidade de não haver retorno da antiga aliança, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), pré-candidato ao Governo do Estado, começa a se movimentar para encontrar um nome forte capaz de derrotar Omar Aziz (PSD) nas urnas.

Provável candidato ao Senado, o governador do Amazonas, o mais bem avaliado do País e o primeiro nas pesquisas, é praticamente imbatível na disputa pela única vaga de senador nas eleições de 2014. E quem é o nome capaz de derrotar Omar? A resposta a esse questionamento só se torna difícil se Omar e Braga não se entenderem até o próximo mês de junho, período de definições de candidatos nas convenções partidárias.

Segundo informações de bastidores, o senador peemedebista encomendou pesquisa (interna) para sondar os nomes mais fortes que possam enfrentar o líder do PSD do Amazonas e tomar a vaga quase certa de Omar Aziz. Entre os “candidatos” ao posto aparece Amazonino Mendes (PDT). Na opinião de analistas políticos, o ex-governador e ex-prefeito de Manaus é o nome mais temido por Omar. “Ele faria estragos na campanha do governador”, diz uma fonte que pediu para não ter seu nome divulgado.

Também fazem parte da lista o deputado federal Henrique Oliveira (SDD) e o vereador Plínio Valério (PSDB). O tucano é o menos provável a compor com Braga por conta das alianças nacionais onde o PMDB está com Dilma (PT) e o PSDB, do senador e pré-candidato a presidente da República, Aécio Neves, é hoje o principal partido de oposição.

Reconhecendo essa limitação e admitindo quer será candidato a deputado federal, Plínio reafirma o sonho de um dia ser senador da República e diz que se houvessem condições e fosse chamado por Braga ou mesmo pelo PSDB, aceitaria no mesmo instante disputar a vaga. “Eu só não enfrentaria Jesus Cristo, mas qualquer outro candidato seja governador ou não eu iria para disputa sem medo nenhum”, disse Plínio Valério.

Com esse mesmo perfil, o de que não teme disputar cargo político por conta de nomes fortes ou perder uma eleição mais fácil, o deputado federal Henrique Oliveira disse se sentir lisonjeado ao ser lembrado para disputar o Senado na chapa de Eduardo Braga. O parlamentar reitera o papel dele nas eleições de 2014 que é de fortalecer o Solidariedade no Estado do Amazonas do qual é presidente regional.  “O desejo da Executiva Nacional é que eu me candidate ao Governo do Estado e estamos trabalhando com esse propósito. Mas, seria hipocrisia dizer que não participaria de uma chapa para o Senado não me importando com quem iria disputar comigo”, disse Henrique Oliveira.

Saiba mais

No processo de sondagem para ver quem poderá ser o candidato a senador na chapa de Eduardo Braga, podendo vir a disputar a vaga com Omar Aziz, dois nomes pouco prováveis, mas não impossíveis: o do vice-governador José Melo e da deputada federal Rebecca Garcia (PP-AM). Nos bastidores, uma das possibilidades dessa dupla é formar a chapa majoritária para governador e vice.

Três pré-candidatos mudam planos

Antes do anúncio não oficial da candidatura do governador Omar Aziz ao Senado, três nomes estavam de olho na vaga. O candidato natural à reeleição, senador Alfredo Nascimento (PR-AM), o deputado federal Francisco Praciano (PT-AM) e o deputado federal Pauderney Avelino (DEM-AM). A partir da confirmação da ida do governador para a disputa, esses nomes praticamente foram descartados.

Embora mantenha o discurso de que é candidato à reeleição, Alfredo deverá mesmo concorrer a uma vaga a deputado federal. Caso Omar não estivesse na dianteira, o ex-ministro dos Transportes era cotado para ser o nome do senador na chapa de Eduardo Braga. No entanto, circula no meio político que o presidente do PR está flertando com José Melo e Omar. “Ele quer dar o troco em Braga que articulou a derrota dele para governador em 2010”, disse a fonte. Questionado sobre o namoro, Alfredo se esquiva. Não tem nada disso. Continuo conversando com o Eduardo, mas ainda não tomei nenhuma decisão sobre que vamos apoiar nas eleições de outubro”, declarou o senador.

Praciano deverá buscar o segundo mandato de deputado federal. Ele sonhava em sair para o Senado em um cenário em que Omar Aziz permanecesse no Governo e o PT se aliasse para compor a chapa.  O deputado Paurderney Avelino, que foi candidato ao Senado em 2006, ficando em segundo lugar, está inviabilizado por conta da aliança nacional em que o Democratas é da oposição e Braga é o líder do Governo Dilma no Senado.