Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Comandante do Exército visita obras na BR-174 nesta sexta-feira

O desvio na rodovia federal - que desmoronou no último dia 2 - deve ser concluído em três dias, se não houver ocorrências de chuvas

Carros de passeio e veículos grandes, de até 30 toneladas, estão passando pela ponte de ferro improvisada pelo Exército Brasileiro

Carros de passeio e veículos grandes, de até 30 toneladas, estão passando pela ponte de ferro improvisada pelo Exército Brasileiro (Luiz Vasconcelos)

O comandante do Exército Brasileiro, general Villas Boas, esteve no quilômetro 58 da BR-174 na manhã desta sexta-feira (7), para avaliar o funcionamento da ponte de ferro colocada no local pelo 6º Batalhão de Engenharia de Boa Vista. Cerca de 30 carretas acima de 35 toneladas continuam paradas e aguardam o término das obras do retorno no trecho onde aconteceu o desmoronamento no último dia 2.

Segundo o comandante, que chegou ao local em um helicóptero da força, o trabalho de liberação dos veículos está funcionando de forma alternada. Os veículos são liberados em grupo de aproximadamente dez veículos, alternando as faixas nos dois sentidos.  

Carros de passeio e veículos grandes, de até 30 toneladas, estão passando pela ponte de ferro improvisada pelo Exército Brasileiro desde a madrugada de quinta-feira (6). A Prefeitura Municipal de Presidente Figueiredo, Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão trabalhando nas obras de um desvio na rodovia. Assim, os veículos vão poder passar por esta curva e o trecho onde foi montada a ponte receba obras de reparo.

O comandante do Grupamento de Engenharia do Exército, o general Santos Filhos, também esteve presente durante a visita técnica e declarou que os militares tentariam fazer a passagem pela ponte de uma carreta com cerca de 40 toneladas ainda nesta sexta-feira. O objetivo é verificar se o solo e a ponte de ferro aguentar o peso do veículo e assim minimizar o tempo de espera dos caminhoneiros e carreteiros.

O chefe de fiscalização do Dnit, Roberto Magno, estimou que a conclusão das obras do desvio na rodovia federal deve ser realizada em até três dias se não chover durante o período.

Entenda o caso

O desmoronamento ocorrido no domingo (2) bloqueou totalmente a passagem de veículos na rodovia no trecho localizado às margens de um igarapé, que já apresentava rachaduras desde a semana passada.

O fato causou transtorno para motoristas e passageiros que viajavam pela estrada durante o carnaval, formando filas de veículos em ambos os sentidos, até a liberação na noite de segunda-feira (3).

*Com informações do repórter Nelson Brilhante