Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Controle da malária no Amazonas é tema de debate em Congresso Internacional

Será apresentado o Plano Plurianual de Prevenção e Controle Integrado da Malária (PPACM) no Estado. O plano foi implantado no Estado em 2007, cujo objetivo era o de reduzir em 70% o número de casos da doença em quatro anos

O Secretário de Estado da Saúde, Wilson Alecrim, participa nesta terça-feira (25) do workshop Consenso sobre a profilaxia da malária no Brasil, que faz parte da programação do XVII Congresso Internacional de Medicina Tropical e Malária, promovido pela Federação Internacional de Medicina Tropical. O evento acontece entre os dias 23 e 27 de setembro, no Royal Tulip, no Rio de Janeiro.

A diretora presidente da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD) também participará do worshop. Juntos eles irão debater com pesquisados de todas as partes do Brasil a questão da profilaxia em malária no Brasil, apresentando os resultados alcançados no Estado do Amazonas, com combate e controle da doença.

Será apresentado o Plano Plurianual de Prevenção e Controle Integrado da Malária (PPACM), implantado no Estado em 2007, cujo objetivo era o de reduzir em 70% o número de casos da doença em quatro anos.

O Plano abrangeu os 62 municípios do estado, dando prioridade para 41, por formarem um estrato correspondente a 83% da população e por serem responsáveis por 94% da incidência em malária, registrada em 2007.

Entre as ações desenvolvidas durante a execução do plano merecem destaque a contração de técnicos de nível superior que ficaram responsáveis por assessorar os municípios na implementação do plano, capacitação dos profissionais de saúde, distribuição de mosquiteiros impregnados com inseticida, distribuição de material de laboratório.

No plano foram estabelecidas metas a serem alcançadas gradativamente a cada ano de execução. O resultado alcançado até o mês de junho de 2012 mostra que 36 municípios atingiram a meta de redução de 70% do número de casos da doença, o que representa uma redução de 63% nos casos de malária no estado como um todo.