Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Corpo encontrado em ramal da Zona Oeste é de suposto envolvido na morte de delegado

Higu Guimarães era vendedor de carro e foi visto pela última vez na tarde de terça-feira. A polícia investiga a ligação dele na morte do delegado Oscar Cardoso

A polícia investiga a ligação de Igor Guimarães com a morte do delegado Oscar Cardoso

A polícia investiga a ligação de Igor Guimarães com a morte do delegado Oscar Cardoso (Juliano Couto)

O corpo de um homem encontrado morto com um tiro na nuca e marcas de estrangulamento na madrugada desta quarta-feira (26) em um ramal da Praia Dourada, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus, foi identificado no Instituto Médico Legal (IML) como sendo do vendedor de carros Higu Guimarães de Oliveira. A polícia investiga a ligação da vítima com a execução do delegado Oscar Cardoso, no início do mês.

A informação foi repassada pela polícia ainda nesta manhã. O vendedor de carros morava na rua San Maria, no Conjunto Ben Hur, na Zona Norte, e foi visto pela última vez na tarde de terça-feira (25), por volta das 14h, quando saiu para encontrar com um cliente.

Na ocasião, estava combinado de que ele venderia um veículo Mitsubishi Pajero, de cor preta e placas não identificadas, que ainda não foi localizado pelos policiais.

Segundo a perícia, Higu foi morto com um tiro na nuca que transpassou o olho. Ele possuía também marcas roxas no pescoço, indicando que ele foi, possivelmente, vítima de estrangulamento antes da morte.

A polícia acredita que a vítima tenha sido morta no próprio local e o corpo foi arrastado até o igarapé, devido aos vestígios de sangue pelo chão.

Ligação com morte de delegado

A polícia investiga a participação da vítima na morte do delegado Oscar Cardoso, que aconteceu no último dia 9. Na ocasião, o delegado foi morto com mais de 20 tiros em frente da sua residência.

Leia mais na edição impressa do jornal A Crítica desta quinta-feira (27)

*Com informações da repórter Joana Queiroz