Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Estagiários do Detran-AM serão investigados por fraude em sistema de emissão de CNH

Três jovens, que estagiavam na procuradoria jurídica do Detran-AM, são alvos de investigação

Leonel Feitoza disse que jovens foram cooptados pelo esquema criminoso

Leonel Feitoza disse que jovens foram cooptados pelo esquema criminoso (Érica Melo)

Três estagiários de 19 e 20 anos, da Procuradoria Jurídica do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran), estão sendo investigados por terem participação em uma esquema de fraudes na emissão de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e desbloqueio de veículos com pendências judiciais. A informação foi confirmada pelo diretor-presidente do órgão, Leonel Feitoza, ontem, que enfatizou ainda que o trio foi descoberto quatro meses após o órgão detectar que 199 CNHs foram emitidas irregularmente.

Com fácil acesso às informações do sistema interno do Detran, os jovens conseguiam fazer modificações em pareceres da Procuradoria, desbloquear veículos e até ter acesso a informações das contas bancárias dos servidores. Segundo Feitoza, eles atuavam com ajuda de despachantes e ganhavam até R$ 500 por cada transação.

Os três estavam sendo monitorados há aproximadamente duas semanas e na última segunda-feira, foram ouvidos na Secretaria Executiva de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública (SSP). “Desde outubro, nós reforçamos a segurança do nosso sistema, juntamente com a Prodam, e nas últimas duas semanas, verificamos que todas as máquinas da Procuradoria estavam sem antivírus e que havia um programa espião instalado em todas elas. Era através desse programa que os rapazes captavam as infor mações atualizadas dos procuradores e enviavam os dados para os emails deles, que também estavam sendo monitorados”, explicou .

De acordo com Thomaz Vasconcelos, titular da Seai, os jovens foram já ouvidos, mas só devem ser indiciados até o fim da semana. “Ainda estamos em investigação, porque acreditamos que outras pessoas podem estar envolvidas nesse esquema. Os computadores vão ser periciados e até o fim da semana devemos ter o resultado. Queremos levantar mais provas”, afirmou o Secretário de Inteligência. Ao todo, os estagiários coletavam dados de 10 computadores da procuradoria. Todos eles foram demitidos.

Para Leonel, os jovens não agiam sozinhos. Segundo o diretor-presidente, eles teriam confessado ainda que atuavam juntamente com despachantes do órgão. “Esses estagiários foram cooptados para agir dessa forma. O nosso próximo passo é descobrir quem mais participa desse esquema fraudulento”, assegurou.


‘Repeteco’

No ano passado, o Detran identificou que 199 carteiras de habilitação foram emitidas para pessoas que haviam sido reprovadas em algum dos exames ou mesmo teriam faltado à prova, no dia agendado, entre os dias 12 e 13 de outubro.