Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Governo do Amazonas promete Samu no interior

Além do terrestre com ambulâncias, haverá o fluvial com ambulanchas, como são chamadas as unidades móveis fluviais de remoção de urgência e emergência


Em evento concorrido e com clima de campanha, ontem, Omar Aziz entregou 142 veículos para os serviços de saúde dos municípios. O destaque era uma ambulância suspensa no ar, por guindaste

Em evento concorrido e com clima de campanha, ontem, Omar Aziz entregou 142 veículos para os serviços de saúde dos municípios. O destaque era uma ambulância suspensa no ar, por guindaste (Luiz Vasconcelos)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu - 192) será ampliado para 19 municípios do interior do Amazonas, a partir de janeiro de 2014. Dez fazem parte Região Metropolitana de Manaus (RMM) e nove do Alto Solimões. Com o avanço, o Amazonas será o primeiro Estado do País a ter dois tipos de transporte para atendimento e remoção de pacientes. Além do terrestre com ambulâncias, haverá o fluvial com ambulanchas, como são chamadas as unidades móveis fluviais de remoção de urgência e emergência.

O lançamento oficial do “Programa Samu Regional será realizado em Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus), na última semana de janeiro, quando deve ser inaugurado o primeiro hospital de grande porte no município. O anúncio foi feito pelo governador do Estado, Omar Aziz (PSD), na manhã de ontem, durante a entrega de equipamentos e veículos de saúde para o interior.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Wilson Alecrim, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, confirmou a participação no lançamento do programa.

A ideia é levar o Samu para todos os municípios do Amazonas até dezembro de 2014. A ampliação está sendo feita em parceira entre a Prefeitura de Manaus, que mantém a matriz do Samu, e o Governo do Estado. A maior parte dos profissionais que atuará nas novas bases foi treinada na capital. Todos são dos respectivos municípios, mas receberem treinamento em Manaus para se ambientar com o dia a dia do serviço de urgência, a fim de adaptar o conhecimento à realidade de cada cidade.

Apesar do Estado arcar com os custos de capacitação e implantação do Samu no interior, caberá a cada município administrar e manter o serviço. Conforme Alecrim, o diferencial do Samu em cada município será o transporte fluvial, principal meio utilizado para chegar a comunidades ribeirinhas. Só ontem, foram entregues 19 ambulanchas. A CRÍTICA entrou em uma delas e viu que estão equipadas com duas macas para transportar pacientes, cilindros de oxigênio, além de medicamentos, materiais e instrumentos médicos para prestar o atendimento inicial à população. Logo após a remoção nas ambulanchas, o paciente é transferido para uma ambulância e encaminhado ao hospital.

O governador Omar Aziz disse que os veículos entregues ontem - não só para os municípios que receberão Samu - estarão em uso a partir deste mês. Ele explicou que o período de subida dos rios acaba isolando comunidades e impedindo que o transporte terrestre chegue as famílias. Neste caso, complementa ele, aonde a ambulância não chega a ambulancha fará essa papel.

Solenidade teve mega produção

O governador 0mar Aziz (PSD) entregou 142 veículos, entre ambulâncias, ambulanchas e motocicletas que serão utilizadas nos serviços de saúde do interior prestados principalmente a ribeirinhos. Foi à segunda entrega de veículos e equipamentos para a saúde.

Uma superestrutura foi montada no Porto dE São Raimundo, na Zona Oeste, para a “solenidade” que contou até com um guindaste que manteve uma ambulância suspensa durante toda a manhã para chamar atenção de políticos, prefeitos e representantes de entidades convidados.

Segundo Omar, a entrega compõe o pacote de medidas adotadas para melhor a estrutura de saúde do interior. Ele destacou que em três anos foram construídos sete hospitais e ou sete estão sendo finalizados, além de investimentos em vacinas e medicamentos da ordem de R$ 15.211.878, sendo R$ 4 milhões da emenda parlamentar ao Orçamento da União propostas pela senadora Vanessa Graziottin (PCdoB).

Omar destacou que mais de 60 mil atendimentos, entre consultas especializadas e cirurgias foram realizadas este ano no Programa Amazonas Saúde Itinerante no interior.

Saiba mais

O Samu foi implantado em Manaus há sete anos e completa aniversário em fevereiro. O serviço de urgência registrou mais de 700 mil atendimentos prestados e mais de 2 milhões de ligações recebidas. A maior parte dos atendimentos foi para socorrer vítimas de acidente envolvendo motocicletas.

Índice

Agressões físicas ocupam o segundo lugar na lista dos casos de maior registro, principalmente, violência com faca, arma de fogo entre outros objetos. Até 90% das agressões físicas estão relacionadas ao consumo de bebida alcoólica.