Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Falta de Infraestrutura: Nova Floresta entregue aos buracos

O bairro localizado na Zona Leste da cidade é um retrato do resultado da prioridade que a prefeitura deu às ruas do quadrilátero da Copa

Buracos da rua Granada que se transformaram em pequenas lagoas alteraram a rota do ônibus e da coleta de lixo

Buracos da rua Granada que se transformaram em pequenas lagoas alteraram a rota do ônibus e da coleta de lixo (Lucas Silva)

A rua Granada, no bairro Nova Floresta, Zona Leste, assim como outras vias da cidade está tomada por buracos. Mas o problema tem causado outro. As condições da pavimentação estão precárias e atrapalhando o tráfego de veículos na via. Por causa disso, uma das linhas de ônibus que atende usuários da área precisou alterar o itinerário e o carro coletor de lixo não passa mais por ela.

Apesar de saberem que a prefeitura está priorizando as obras do Quadrilátero da Copa, que inclui o recapeamento das principais vias da cidade, os moradores do Nova Floresta reivindicam uma solução para as ruas esburacadas do bairro e que esta seja aplicada num curto prazo, pois temem ser ainda mais prejudicados.

A costureira Gorete Pimentel, 56, disse que a filha trabalha numa fábrica do Distrito Industrial e que usa o transporte oferecido pela empresa. Desde que o tráfego de veículos ficou prejudicado na rua Granada, ela precisa embarcar e desembarcar no micro ônibus mais distante de casa.

“Antes a rota dela passava em frente de casa. Agora o motorista só passa pela rua principal de acesso ao bairro. A gente fica com medo que ela seja assaltada porque fica mais longe e ela sai muito cedo para trabalhar. Até motos passam aqui pela rua com dificuldade”.

Gorete contou que há quase duas semanas trabalhadores do distrito de obras da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) responsável pela área iniciou um serviço na rua Granada, mas não concluiu e piorou o problema.

Próximo da casa de Gorete, Antônio Pereira, 43, tem uma barbearia. Apesar da condição do asfalto da rua Granada não deixá-lo muito contente, ele ainda usa seu bom humor: “Até parece mesmo que jogaram granadas aqui. Isso acabou afastando o carro coletor de lixo. Ou levamos para outras ruas ou os sacos se amontoam nas lixeiras”.

A rua Granada estava inclusa no itinerário da linha de ônibus 092. Os ônibus passavam pela via para acessar a rua Topázio, principal do bairro, e agora precisam desviar pela rua paralela, a Ônix, mas que também está esburacada.

“Daqui alguns meses os buracos da rua Ônix vão impedir o tráfego de veículos e continuar causando prejuízos para quem mora aqui. Os ônibus vão passar por onde? A justificativa da prefeitura é de que está dando prioridade ao Quadrilátero da Copa. Mas pra isso a periferia precisa ficar desse jeito?”, reclama o líder comunitário Camilo Assunção, 71.


Ele também disse que levou ao conhecimento da prefeitura as más condições da pavimentação das vias do bairro há pelo menos dois meses, mas até o momento não chegou a receber algum prazo para a solução do problema.

Encaminhamento

Em relação ao bairro Nova Floresta, a Seminf informou que encaminhou as demandas para o distrito de obras responsável pela área e em poucos dias irá executar melhorias. Sobre o serviço que não foi concluído na rua Granada, o órgão disse que os serviços serão retomados ainda nesta semana.

Prioridade

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) reafirmou que está priorizando os trabalhos nas vias de grande fluxo do Quadrilátero da Copa. O órgão disse que o contingente de trabalhadores está reduzido, mas que apesar disso os serviços da secretaria continuam em todos os bairros da cidade.